A onda Gouinage: gays que preferem outra forma de fazer sexo


Visto no Em Dia News

“Ser gouine ou não ser?”. Esse foi o título de mega matéria da revista francesa Pref Mag sobre a mais nova tendência do sexo gay no país: o gouinage. Em tradução bem livre, gouine seria algo como gay “bolacha” (expressão já usada para designar lésbicas) , enquanto o gouinage seria o bolachismo. Explicando melhor, o gouinage é o sexo sem penetração, aquele que abarca variações de sexo oral e carícias. Ou seja, as preliminares é que tomam o papel do sexo em si.

Segundo Marc, barman de 31 anos e um dos entrevistados pela publicação, “a vantagem do gouinage é que você pode fazer com todos, sem levantar a questão do ativo ou passivo. Todos somos gouines, sem distinção”.

Marc relata que, apesar de sempre haver sido ativo, encontrou no gouinage o prazer ideal. “O gouinage é o que chamamos erroneamente de sexo preliminar, mas nós, praticantes, o encaramos como meio para se atingir o orgasmo, com uma sensualidade que não se resume a penetrar o outro sem nenhum respeito pelos seus sentidos. No gouinage, você pode realmente ser você. Já no sexo comum, o ativo é sempre um pouco dominador, um pouco covarde”, afirma o rapaz.

Marc conheceu a tendência de maneira casual enquanto caçava pela Internet. Ao marcar um encontro, o parceiro propôs que fizessem sexo desta forma. “Eu não conhecia o estilo, mas tinha um ar mais cool, com menos pressão e tensão. Nós passamos duas horas na cama durante o dia e nenhuma das minhas transas, até aquele momento, duraram assim tanto tempo. Tornei-me adepto e em meu cadastro online precisei: ´Gouinage ou nada`. Agora, não faço mais que isso”, confessa o barman.

Outro adepto da prática é o estudante de teatro Ben, de 19 anos. “Sempre vi minha sexualidade como algo sujo e a culpa sempre esteve presente. Eu tinha vergonha do sexo, de ir necessariamente para o cu para gozar. Tinha mais vergonha ainda que confessar aos meu parceiros que eu preferia não fazer sexo anal”, completa.

Marc ainda conta à Pref que a penetração não é de todo descartada. “Você pode utilizar acessórios, já que penetrar também faz parte do prazer. Mas a penetração apenas faz parte do jogo. É tão importante quanto tocar, lamber, olhar... O gouinage é uma prática livre, que não tem códigos nem restrições”, finaliza o rapaz.

A nova moda já começa a se espelhar por salas de bate-papo e publicações de sexo na França, crescendo cada vez mais como forma definitiva ou alternativa sexual. A prática também já criou polêmica já que muitos a consideram uma negação do sexo gay em si.

Enquanto isso, esperamos para ver se a moda fica ou é apenas mais uma novidade efêmera.

Comentários

  1. Parece que aqui, no Brasil, essa experiência já tem seus adeptos. Existe, por exemplo, uma comunidade no orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=90486963

    Mas, sem dúvida, vale a pena divulgar mais.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Resumindo essa "nova" moda seria algo como você bate uma pra mim e eu bato uma pra vc ???? hummmmmm, não gostei falta ... falta...

    ResponderExcluir
  3. Cara, tá aí uma coisa nova e que tem tudo pra dar certo... Já há algum tempo eu não pratico muito penetração pelo fato de nem sempre haver uma real necessidade disso... Sou nostálgico ao afirmar que prefiro ter um namorado que não prive o sexo como pilar principal da relação. Mas, para nós gays, é muito difícil tirar o estigma que foi imposto pela sociedade por causa de alguns comportamentos - que, inclusive, não dizem respeito à comunidade como um todo, nem mesmo são totalmente mentirosos, pela falta de maturidade que encontramos no nosso meio.
    Enfim, o sexo pra mim não é primordial; deve existir, mas com seu tempo e seu momento propício, para não se cair em um relacionamento puramente sexual.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho 48 anos e sempre me identifiquei com este tipo de sexo. Saber atualmente que existe um termo para isso e que outras pessoas são adeptos como eu, me tira da condição de E.T.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Todos já praticamos essa forma de relação sexual em algum estágio da vida... nem sempre a penetração é necessária para se atingir o prazer total... as vezes simplesmente não "da tempo" de chegar ao ato de penetração, basta apenas o gouinage (que vai além de "preliminares"). Tudo é uma questão de gosto. Aos que sentem a necessidade de penetração, ok. Mas vale lembram que nem todos fazem questão ^^

    ResponderExcluir
  7. Qual a diferença entre GOUINAGE e realizar sexo g-zero-y? ou é tudo a mesma coisa e enquanto os EUA chama de g0y ou gzeroy a França chama de GOUINAGE?

    Não sou homo e nem bisex e me identifico bastante com essas praticas. Fiquei sabendo do movimento g0y no blog:

    http://clubdepunheta.blogspot.com.br/2012/05/g0y-zero-gay-ou-str8-g0y-que-conceitos.html

    Que ajudou bastante por ser em português, mas depois vi tb site em inglês inclusive o www.g0ys.org

    Mas não sei se entendi bem, na lógica americana isso pode ser coisa de hetero ou de gay. Na lógica Francesa é somente gay?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. g0ys sao "heteros" que se relaciona com outros homens so por prazer, e nao pode haver penetração e tem que se relacionar amorosamente so com mulher. Agora os gouines sao Gays normal, que pode se relacionar amorosamente com outro homem, mas nao curtem o ato da penetração.

      Excluir
  8. Muito Legal esse site clubdepunheta.blogspot.com.br, mas me senti um peixe fora d'água. Caramba lá o negócio de ser g0y é encarado como coisa de HETERO !!?? Fiquei sem chão.
    Depois pesquisando vi que tem tudo a ver, pois no meio g0y tem pelo menos dois tipos ex-heteros (str8-g0ys) e ex-gays (g0ys assex), por isso da mistura... eu fico no meio termo, sou gay ativo, e se o cara não quiser dar a bunda não faço questão (só brincar é legal), mas se quiser ou insistir não fujo!

    ResponderExcluir
  9. Interessante o termo "gouinage", eu sinceramente espero que essa idéia se torne mais comum, tanto para sexo homo como hetero. Me irrita muito como parece que sexo = penetração, sempre (e no caso dos heteros, me irrita que se considera que mulher sempre é passiva e homem sempre é ativo).

    ResponderExcluir
  10. Eu já fiz essa pratica sem saber, é muito bom ficamos três horas num prazer intenso !!!

    ResponderExcluir
  11. Prefiro continuar fazendo de tudo no amor e no sexo! rs Juntos, e bem cheio de carinho e de pegada, tudo é válido! Tando dominar quanto ser dominado! Não me sinto nem um pouco mal por isso, é lindo entrar no outro! E lindo e delicioso ter o outro dentro de si, o mais fundo possível! Conectados! Eu sentiria muita falta disso! :) Abraços,

    ResponderExcluir
  12. Não dá prá chamar a prática de novidade e muito menos de moda. Sempre gostei dessa prática e não acho que vou mudar de preferência.
    Infelizmente, ficam-se buscando nomenclaturas, classificações. Mania de colocar tudo em gavetas. Creio que o importante é se estar em paz da forma que se é, da forma que se gosta.
    Há tantas variações de cinza entre o preto e o branco.
    Viva a diversidade!

    ResponderExcluir
  13. Olha,é até interessante essa prática para quem quer variar sua vida sexual ou não vê tanta necessidade na penetração.
    Mas no caso do gay que tem vergonha de fazer sexo anal ou vê sua sexualidade como suja e nhé nhé nhé,acho isso uma tremenda BOBAGEM!!

    Saibamos diferenciar prazer de necessidade.
    Viva a diversidade??
    Não sei não! Se não for por um motivo besta ou não prejudique terceiros,está tudo bem!

    ResponderExcluir
  14. Sem falar que essa prática tem a ver com o dito "sexo tântrico",onde o toque,as carícias e o prazer oral são os mais importantes meios para se chegar ao prazer.
    A penetração não tem tanta importância assim,ficando em segundo plano.

    ResponderExcluir
  15. Cara ótimo tema
    eu mesmo
    me achava um anormal...
    Pensava q era p único na terra que curta sexo sem penetração
    até por q e meio complicado vc conhecer uma pessoa e dizer que não curte certas coisas e prefere desse jeito
    gente sou do estado do Pará
    e queria muito conversar, trocar idéias com pessoas assim como eu que não prioriza ativo passivo.
    The_fenix_ap@hotmail.com
    meu cel 93 92209444
    preciso muito ter contatos com pessoas assim
    e não me sentir um estranho nesse mundo..vlw a todos

    ResponderExcluir
  16. Olhe sexo não deve ser motivo de culpa e obrigação. Eu tenho meu namorado. Ja fizemos muita gouinage ou outro nome que queiram dar a isso. E se pintou vontade de penetraçao vamos enfrente. Não temos cobrança de nenhuma forma. A verdade e que todo mundo é afim de carinho e é maravilhoso explorar o corpo e os sentidos do outro. Mas tem gente que acha que sexo se resume a penetração. O que importa VC estar sentido-se bem com quem se estar na cama. Se vai ter ou não penetração, é que der vontade na hora. O que não deve ocorrer são limitações, respeitado as preferencias de cada um.

    ResponderExcluir
  17. Gostei da matéria,eu mesmo não sendo Gay ou qualquer destes rotulos, sempre preferi esta pratica!

    ResponderExcluir
  18. O Gounage não é só uma pratica, como comigo, eu não sinto prazer com penetração. E não sou apenas eu, já conheci varios outros casos iguais ao meu.
    É algo mais limpo... Não sei... Se torna algo bem diferente de apenas tranasar e transar! Os gays são vistos como dois homem transando, desta forma não. Temos que publicar mais o gounage, é uma boa pratica!

    ResponderExcluir
  19. Eu achei ótimo existir até um movimento para esta prática. A propósito, faz parte da visão de que sexo é o encontro entre dois corpos, e que não necessariamente implique em penetração. Até porque muitas vezes se pode obter muito mais prazer no toque, olhar, lambidas, etc e etc. Muitas vezes o sexo com penetração envolve uma visão antiquada e simplificada do que seria o sexo, muito mais ligada à questão da reprodução do que do prazer e à ideia preconcebida e talvez instintiva de que a penetração é que configura e completa o ato em si. Bom, quando dois homens estão juntos por sexo, não querem reproduzir. Obviamente, a penetração pode muitas vezes facilitar o atingimento do orgasmo, e se estão afim, ok, mas com certeza, sendo dois homens, não há nenhum problema em se ter prazer sem penetração, o importante é ter um prazer satisfatório. Aliás, irrita-me ao extremo os rótulos, você é passivo ou ativo. Parece uma simplificação similar a: você é um homem ou uma mulher? ah então você tem que fazer sexo assim... você é passivo ou ativo? ah então você também tem que fazer sexo assim. Como disseram aqui: viva a diversidade, e viva o prazer em si. Parabéns pelo artigo, sinto que ajudará a muitos.

    ResponderExcluir
  20. Sou maduro(55anos) e sempre curti sexo sem penetração...sempre me senti mais confortável com o parceiro, evitando aquele constrangimento na cama de ser ativo ou passivo. Acredito q o prazer não deve se prender ao sexo anal...

    ResponderExcluir
  21. Engraçado, nunca soube que sexo sem penetração tinha nome. Namoro há quase 4 anos e meu namorado q se dizia passivo sempre teve desconforto e dores na hora da prnetração, sem falar em toda preparação básica que tem que fazer antes como enema, que já tira um pouco da espontaneidade do momento de tesao, convenhamos não é nada atraente quando aquele lugar não está devidamente limpo...então começamos a brincar mais de sexo oral e tem sido maravilhoso desde então, no começo senti um pouco de falta de penetração, mas hoje não mais, a questão é que meu namorado, antes passivo, agora quer me penetrar, já tentei, mas é praticamente impossível para mim ter prazer nesta área, concluindo continuamos fazendo aquilo que fazemos e que agora tem nome...rs

    ResponderExcluir
  22. Eu hein...sexo sem penetração pra mim não é sexo.....não curto e acho um puta mal gtosto...

    ResponderExcluir
  23. Gostei de saber. Sou passivo, mas tenho pinta de ativo. Algumas vezes, acabei indo para cama com caras que esperaram algo de mim que eu realmente não faço. Então, "improvisamos" sem penetração e foi ótimo! A penetração nem sempre é boa, principalmente se o cara é meio grandão e a questão da higiene é sempre um desconforto à parte: fico um pouco tenso com a questão do "será que vai sujar, etc e tal?". Vou investir nessa tal de gouinage para ver no que vai dar... (com perdão do trocadilhos). Abraços, Guilherme (gtellsp@gmail.com)

    ResponderExcluir
  24. Questào simplesGouinage ê o velho conhecido SARRO, RELAÇAO, PAU-PAU

    ResponderExcluir
  25. Olá, tenho 57 anos, fui casado por quase 20 anos e depois da separação comecei a me relacionar afetivamente com homens. Nunca consegui ser passivo, logo, tenho uma certa dificuldade de em abordar alguém por não oferecer receptividade. Sempre preferi que numa relação nada deveria ser forçado, portanto, satisfaço-me plenamente apenas em caricias e toques. Curto sempre qualquer tipo de brincadeiras, mas, não acho a penetração necessária. Quando uma amiga me comentou sobre essa forma de agir entre pessoas do mesmo sexo, achei muito interessante e descobri que não estava sozinho no mundo...acho muito bom apenas o contato entre as pessoas...

    ResponderExcluir
  26. Tenho 25 anos e sempre curti ser versátil e fazer de tudo, porem como atv eu gozo rapido e como passivo nem sempre consigo, sinto dor e sangra horrivel... O Gouinage se tornou parte da minha sexualidade. Não existe pressa pra gozar, nao existe dor nem sujeira, apenas prazer e tesão... é FODA

    ResponderExcluir
  27. o bom mesmo é meter

    ResponderExcluir
  28. gozar é bom d+

    ResponderExcluir
  29. Isso ainda eh novidade pra mim. Nunca tinha ouvido falar ate hj. Sexo sem penetracao ? Ta , pode ser, mas em minha opiniao o com penetracao eh bem mais prazeroso , pelo menos pra mim que gosto de ser ativo. Voltando um pouco no tempo acabo de lembrar que comecei a ter contato com outros homens desta forma, nos banheiros da universidade, e sempre ficavamos no sarro, punheta, oral e bjos, muito bjo. Mas a pegada era fundamental! Isso foi a 19 anos atras, qdo eu tinha 18 aninhos.

    ResponderExcluir
  30. Sempre considerei me um ET por não curtir penetração no sexo com outro homem. Descobrindo que existe um universo que compartilha desta mesma pratica, uma luz no fim do túnel acendeu se. Tenho 42 anos e não conhecia esse pessoal.
    Gostaria de saber sites ou mesmo locais em São Paulo onde pudesse frequentar. A quem interessar meu email e marcelo42he1972@gmail.com
    Podemos trocar mais informações, fotos e quem sabe nos conhecemos melhor. Abraços

    ResponderExcluir
  31. descobri no Facebook o grupo GOUINAGE BRASIL com uma galera integrada e tem o clube do toque com encontros bacanas de toques sensuais, massagens e gouine

    https://www.facebook.com/groups/230247557143895/

    ResponderExcluir
  32. "Nova" moda? Novo nome, talvez, mas a MAIORIA dos parceiros que eu tive até hoje não fazia questão ou mesmo não gostava de penetração! E desde quando penetrar é OBRIGATÓRIO? Especialmente para gays. Talvez seja obrigatório para héteros, que têm que dar um orgasmo vaginal e talvez até fertilizar um óvulo... Mas para nós???

    Um dos maiores privilégios (e uma das coisas mais subversivas) que nós, gays, temos é o de podermos fazer sexo da maneira que nos der mais prazer e fazer pelo puro e simples prazer, sem precondições ou regras que não as ditadas pelo puro bom senso e respeito. Isso pode ou não incluir penetração. Depende não só de cada um, como do dia, da hora, do parceiro, do astral, da veneta... E daí? E ainda abre para mais parceiros e mais coesão do grupo, e ainda reclamam???

    Mil vezes um "gouine" que os muito pseudoativos que já vi, que brocham quando tentam comer, morrem de vontade de dar o cu, mas não podem, porque "isso é coisa de mulherzinha e eu sou macho"... Aliás, fiquei com pena desse tal Ben. Quanta neura por causa de um mero buraco e uma zona erógena como qualquer outra!

    ResponderExcluir
  33. ALO GALERA !! CURTO GOUINAGE E QUERO ENCONTRAR UM PARCEIRO FIXO NO RIO.MEU WHATSAPP É 995604437...LIPPY.

    ResponderExcluir
  34. Tenho 20 anos e desde o início da minha vida sexual sendo passivo sempre tive dificuldade em sentir prazer... Eu sempre sentia NADA, o prazer era só psicológico. Mas com o tempo eu percebi o que me dava prazer... O toque! Na preliminares eu fervo de tanto tesao, mas quando o cara enfia o pau em mim, esse prazer cai ou perde a graça... Só volto a sentir prazer se o homem me tocar, alisar... Então hoje é assim: pau dentro + toques suaves pelo meu corpo... Vou ao delírio! Também amo o sexo sem penetração e sempre prático, acho muito melhor que um sexo com penetração e sem toque.

    ResponderExcluir
  35. Está tudo tão virado que agora os gays acham feio dar o furico...

    Param com isso minha gente, a melhor coisa em ser gay é justamente ter mais uma fonte de prazer.

    ResponderExcluir
  36. sou gouiner 49 anos 1,69m 67 kg, corpo normal bc sou do RJ quem estiver afim de me conhecer me add no whatssap 21 979841162 octavio

    ResponderExcluir
  37. Na verdade para mim não existe delimitações de sexualidade, mas se existisse g0y não seria hétero, pq sentir atração pelo mesmo sexo independente do nível vai contra a concepção do hétero, seria mais fácil o g0y não se importar com essa concepção e somente falar que sente atração por homem e mulher, mas gosta de se relacionar de forma diferente com os dois, não é tão difícil assim, e não, isso não é o hétero que a sociedade conceituou

    ResponderExcluir
  38. É exatamente o que venho procurando. Tenho 30 anos, sou discreto, moreno, corpo legal, malho, 78kg, 1.72 alt. Moro em São gonçalo, Rio de janeiro. Não sou fã de penetração entre homens e procuro um brother discreto, não assumido, que não curta penetração mesmo. Uma boa preliminar, pra quem gosta, é mais gostosa que a penetração. Meu zap é 21-9-76962337. Espero contato de brothers discretos que curtam exatamente isso.

    ResponderExcluir
  39. Novo? Eu já tive um relacionamento gouine, há uns 9 anos atrás, ou eu fui um vanguardista ou essas gays estão muito atrasadas... Kkkkk
    Eu tive um namoro assim pq tanto eu o boy éramos ativos, então fazíamos tudo menos a penetração em si, era muito bom.
    Mesmo em outros relacionamentos que tive sendo ativo ou versátil as preliminares sempre foram muito importantes e exceto nos casos que tinha que ser uma "rapidinha", o sexo sempre dura algumas horas justamente por causa disso.
    Bjas

    ResponderExcluir
  40. algo novo por aqui e interessante,mas que eu sou adepto a muito tempo,so que ultimamente não tenho encontrado um namorado para isso,mas espero que de certo por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francisco meu email é costamauro2005@ig.com.br

      Excluir
  41. Olá quero contatos com pessoas de qualquer parte do Brasil para conhecer troca ideia estou feliz por descobrir que não sou o único a gostar desse tipo de sexo 011971116893 edy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 035 9 98372061 vivo e whatsapp

      Excluir
    2. 035 9 98372061 vivo e whatsapp

      Excluir
    3. 035 9 98372061 vivo e whatsapp

      Excluir
  42. Tem alguem aki de ipatinga mg?

    ResponderExcluir
  43. Procuro na vdd um amigo que permita que chupe seu pau e ele chupe o meu. Nao to afim de comer ngm e nem ser comido. Alguem de ipatinga mg com menos de 30 anos?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!