04/05/11

Supremo pode garantir 111 direitos negados atualmente a casais gays nesta quarta-feira

Por Marcelo Cia para o Mix Brasil

111 direitos negados a homossexuais atualmente podem ser reconhecidos nesta quarta-feira pelo Supremo

O Supremo pode garantir 111 direitos que atualmente são negados a casais homossexuais _apenas o direto ao casamento civil continuaria negado caso a decisão do Supremo seja favorável e permita a união gay. Atualmente são 20 países no mundo que permitem a união civil gay que o Brasil pode permitir nesta quarta-feira.

Caso o Supremo Tribunal Federal (STF) entenda que o Estado deve reconhecer a união homoafetiva estável, casais gays terão direito a assistência em caso de internação hospitalar, a unir rendas para fins de financiamento, direito à herança, à adoção por casais homossexuais, previdência etc. O Supremo apurou que 1.026 decisões favoráveis a uniões estáveis entre homossexuais já foram conferidas em tribunais brasileiros; mas o Supremo nunca se pronunciou sobre o assunto antes.

Update:

Vejam a cópia do email ABSURDO que uma liderança jovem católica enviou para o GOP (Grupo de Oração de Profissionais - Brasília-DF):


"Prezados irmãos, vamos intensificar nossas orações e jejuns. Ao que tudo indica o voto do relator Ayres Brito (o mesmo relator da lei que tratou da constitucionalidade da lei das células tronco) será no sentido de reconhecer que casais homosexuais sejam entidade familiar.
Vamos rezar para que o restante dos ministros sejam sensíveis e não reconheçam este tipo de relação, uma vez contraria à natureza humana, à moral, aos bons costumes e à própria Constituição Federal que assegura:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
§ 3º - Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento."

Ronald Serra
GOP-DF@yahoogrupos.com.br


Nenhum comentário: