21/07/2012

Léo Áquilla diz que assumiu homossexualidade depois de ser apedrejada no Capão Redondo


Publicado na UOL 
Dica da Augusto Martins 

Léo contou para os colegas de confinamento que tomou a decisão de sair do bairro depois que teve um irmão assassinado e outro baleado

Em conversa com Vavá e Ângela Bismarchino celeiro de "A Fazenda 5" na terça-feira (17), Léo Áquilla contou que assumiu ser gay para os pais depois que foi apedrejada no bairro Capão Redondo, localizado na zona sul de São Paulo, onde morava durante a adolescência.

Léo contou para os colegas de confinamento que tomou a decisão de sair do bairro depois que teve um irmão assassinado e outro baleado.


"Nessa época eu já estava muito amedrontada, foi quando eu fui apedrejada", disse. "Eu pensei: Mataram um irmão, balearam o outro, eu sou a próxima vítima".

Segundo a performer, ao decidir sair do Capão Redondo ela precisou contar que era gay aos pais. "Na época eles entenderam. Eu disse: "não vou ficar aqui, não vou para o caixão porque não quero me separar de vocês'", lembrou. 

UPDATE - Homorrealidade

A declaração não é inédita na mídia. Em entrevista feita a Regina Volpato, para a GayTV, Léo já tinha contado sua triste trajetória antes de se tornar famosa.


Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques