Assembleia Nacional francesa aprova artigo sobre casamento homossexual


Publicado pela Folha
Dica de Augusto Martins
 
A Assembleia Nacional francesa adotou neste sábado (2) o artigo do projeto de lei que legaliza o casamento homossexual na França.
 
Por 249 votos a favor e 97 contra, os deputados adotaram o artigo 1 do texto, o mais importante de todos, que indica que "o matrimônio é contraído entre duas pessoas de sexos diferentes ou do mesmo sexo". Os debates ainda vão durar vários dias.
 
Os deputados da maioria parlamentar de esquerda votaram a favor desta promessa eleitoral do atual presidente socialista François Hollande. A maior parte dos deputados de direita ou de centro votou contra.
 
"Nós nos sentimos felizes por termos superado esta primeira etapa", disse a ministra da Justiça, Christiane Taubira, que defende o texto do governo na Assembleia. "Vamos reconhecer a liberdade de todos e de todas de escolher seu par e construir um futuro comum", acrescentou.
 
"O governo optou por uma decisão que não desejamos", disse o deputado da UMP (direita) Philippe Gosselin.
 
Apesar da votação, cerca de 90 manifestações contra o casamento "para todos" e contra a adoção por casais homossexuais estão previstas para este sábado (2) em várias cidades da França.
 
Os debates na Câmara Baixa do Parlamento francês vão durar duas semanas. A oposição de direita apresentou 5.000 propostas de emenda e três moções de procedimento --uma delas exige um referendo sobre o tema.
 
Para se tornar lei, o projeto precisa passar pela aprovação do Senado, onde a esquerda é maioria.
 
 

Comentários