20/02/2013

Azealia Banks diz que sua suposta homofobia foi criada pela mídia


Publicado pelo ParouTudo

A rapper Azealia Banks se envolveu em uma polêmica com a comunidade gay, incluindo a Glaad (Aliança Contra a Difamação de Gays e Lésbicas) esta semana. Tudo começou quando o blogueiro Perez Hilton a provocou no Twitter e ela o chamou de “faggot” (veado).
 
Inúmeros usuários da rede social se revoltaram contra Azealia pedindo a ela que não use mais o termo, considerado ofensivo aos homossexuais. De certa forma, ele tem a mesma conotação negativa que “nigger” (criolo) para se dirigir a um negro.
 
Em entrevista ao site australiano “The Music”, a rapper disse, em meio a palavrões, que a comunidade gay tem mais com o que se preocupar do que com uma simples palavra.
 
Ela reafirma que é bissexual e que sua aparente homofobia foi criada pela mídia. “Eu tenho relações sexuais com homens e mulheres. Você quer que eu tire uma foto minha lambendo a porra de uma xoxota? Essa porra não faz o menor sentido”.
 
Em janeiro, Azealia já havia usado o termo “faggot” em outra discussão e recebeu respostas da Glaad e do vocalista do Scissor Sisters, Jake Shears. O que muitos ativistas e pessoas conscientes advogam é que a cada vez que a palavra é usada, ela dá mais força aos homofóbicos.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques