Católicos homossexuais querem diálogo com novo Papa


Publicado pela TVi24
 
Uma organização norte-americana de católicos homossexuais apelou ao futuro Papa um «verdadeiro diálogo» com a comunidade gay e lésbica, bissexuais e transexuais, também membros da igreja.
 
Após a renúncia de Bento XVI, que se tornará efetiva a 28 de fevereiro, a organização de homossexuais católicos norte-americana DignityUSA espera que assuma o posto «um líder que trabalhe para acabar com a divisão das últimas décadas e que valorize o diálogo acima do conformismo».
 
Em comunicado citado pela Lusa, a organização apela ao «fim das declarações que infligem feridas em pessoas já por si marginalizadas, desprezadas como não totalmente humanas e que dão crédito aos que procuram justificar a discriminação».
 
«Pedimos à nossa igreja que não só aceite, como defenda a dignidade e igualdade entre todos os humanos, independentemente da sua orientação sexual ou identidade de género», acrescenta a nota divulgada.
 

Comentários