09/03/2013

Uma mensagem homofóbica por e-mail e uma resposta!


De: Fabio Vareli (fabiovareli@yahoo.com.br)
Para: Homorrealidade (homorrealidade@gmail.com)
Data: 8 de março de 2013 13:25
Assunto: direitos humanos lgbt

Sapatão e viado é tudo filha da puta e anormal ,lésbica não nasce é cagada igual ao viado ,a realidade de vcs é que vcs são anormais irracionais seus homossexuais de bosta vcs são desprezíveis e nojentos e vcs merece a morte de forma violenta ,para as lésbicas um estupro coletivo e um tiro na cabeça e pro viado um tiro na cabeça também ,a mãe de vcs todos é puta biscate.

----------------------------------------------------------------------------------------------

De: Homorrealidade (homorrealidade@gmail.com)
Para: Fabio Vareli (fabiovareli@yahoo.com.br)
Assunto: Re: direitos humanos lgbt

Caro Fábio,

Há duas situações possíveis. Se você sente atração por homens e não sabe lidar com isso, aconselhamos que procure um especialista. O preconceito social tende a deixar as pessoas confusas e, quando elas não conseguem suportar seus próprios sentimentos, uma das saídas que encontram é justamente agredir aqueles que possuem aquilo que internamente as incomodam. Violentar lésbicas e gays não vai fazer você se sentir melhor ou mais "homem", isso só vai intensificar sua dor e sua repressão. Uma hora você vai explodir e detonar sua própria vida. É derrota certa. Não aconselhamos que siga esse caminho. Estude mais sobre o assunto (homossexualidade ou bissexualidade, não sabemos qual seria o caso), procure ajuda, tente se conhecer melhor, sem se punir desse jeito. Não violente o próximo e nem jogue sua vida fora por conta do preconceito que assimilou de outras pessoas. Você merece ser feliz, pois o que sente não é um problema. O preconceito é o problema!  Seja corajoso e encare isso com verdade!
 
Por outro lado, se você é hétero, aí é que não existem motivos para você agredir pessoas LGBT. Vá viver sua vida tranquilamente, pois a homossexualidade não é contagiosa e você não vai ser contaminado por ela. Se você realmente é hétero, não há risco algum. Não se preocupe mesmo. Manter essas "opiniões" só atenta contra sua inteligência. Afinal, por que um homem que se atrai por mulheres teria que perder tempo agredindo homossexuais? Não é um pouco estranho isso? Não seria mais natural que focasse sua vida naquilo que realmente o interessa? Pode ser que, talvez, você tenha se frustrado ao se apaixonar por uma mulher e não ser correspondido porque ela era lésbica. Nesse caso, não se preocupe também. Há milhares de mulheres heterossexuais. Mais cedo ou mais tarde, você se envolverá por uma que também se atraia por você. Não perca o otimismo e o bom humor. Se você realmente é hétero, vá viver sua sexualidade e deixe os gays e lésbicas viverem a vida deles. Nada que façam poderá afetar sua orientação sexual. Mesmo que sejam militantes, a proposta não é agredir você ou tomar o que é seu. O que nós LGBTs queremos é garantir a igualdade de direitos. Direitos que você já tem e que não irá perder. Então não se preocupe. Não reproduza preconceitos de outras pessoas mal informadas. Não seja um "maria vai com as outras", alguém que sequer sabe o significado do que está fazendo ou dizendo. Estude mais sobre diversidade sexual e perceba que essa realidade não afeta você em nada. Pelo contrário, lidar bem com as diferenças humanas (e elas continuarão existindo, quer queira quer não) só fará de você um cara mais bacana, mais querido e mais feliz.
 
Seja feliz, meu caro! Deixe o ódio para os frustrados e pequenos de alma!
 
Um abraço!
Equipe Homorrealidade
 

8 comentários:

Rodrigo Barros disse...

Perfeito, muito bem respondido, uma pessoa como essa precisa de tratamento. Mas valeu pela resposta.

THE WIZARD disse...

A resposta dada não é possível de ser quantificada em nota. Pensei em dar um 10, um 100 ou uma nota 1000. Mas qualquer número seria pouco pela atitude de vocês! Parabéns a equipe! Muito melhor que retrucar na mesma moeda, seja com ironias ou com esclarecimentos é o que vocês fizeram, ou seja, tocar de alguma forma o interior da pessoa agressiva e tentar um resgate (mesmo que não se mostre eficaz) a postura foi a mais ética possível.

AugustoCrowley disse...

Certamente uma resposta muito iluminada, ética, respeitosa, parabéns e grato por neste momento responderem o que muitos de nós gostaríamos de falar aos que nos julgam sem causa.

Vinícius disse...

A melhor responda possível a ser dada: didática, inteligente, não apelativa. Não precisamos responder ao ódio com ódio. Parabéns e obrigado!

João Flávio Evangelista disse...

A resposta foi muito bonita, porém, creio que será ineficaz. Pois esse cara não terá capacidade de compreendê-la! Abraços

Italo disse...

Melhor resposta? Impossível! Aproveito para parabenizar o site!!

João Paulo Lemos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

O que a prática clínica psicanalítica nos mostra empiricamente é que o comportamento sociopata dos indivíduos homofóbicos costuma ser um exemplo clássico de formação reativa, um mecanismo de defesa do ego que consiste basicamente em atacar no outro aquilo que se encontra presente em si próprio, ou seja: eles reagem violentamente contra aquilo que não toleram em suas próprias estruturas psíquicas, e o fazem agredindo aqueles que têm a coragem de ser o que são. É recalque puro. São neuróticos clássicos, pois sofrem – e sofrem muito; na verdade, são ESCRAVIZADOS - com a luta dentro de si próprios entre o desejo que sentem, e a proibição que lhes foi imposta pela “educação” que receberam dos pais, ou de uma religião, ou mesmo da própria sociedade. Muitos deles também foram vítimas de abuso sexual. São pessoas, em geral, extremamente tristes, sisudas, amarguradas e ressentidas, e sua doença, sem tratamento psicoterápico e medicamentoso, pode facilmente evoluir para um quadro depressivo grave, onde não raro protagonizam cenas deprimentes de auto-mutilação e tentativas de suicídio. Vários deles encontram-se, neste exato momento, ocupando importantes cargos de autoridades eclesiásticas, lideranças políticas e policiais, "AROUND THE WORLD". E, lamentavelmente, o fim de vários deles será o manicômio, a prisão ou a sarjeta. Um abraço
Marino Monti

Marcador Em Destaques