19/04/2013

Escoteiros dos EUA passarão a admitir membros homossexuais

 
Publicado pele Terra
 
A União de Escoteiros dos Estados Unidos (BSA) anunciou nesta sexta-feira que passará a aceitar membros homossexuais, mas essa medida não abrangerá os líderes do movimento que é tradicional defensor dos valores americanos.
 
A organização afirma que a aceitação parcial de gays em seus quadros é uma resolução de atualiza "os padrões de adesão" da entidade.
 
"Nenhum jovem pode ter negado o direito de ser membro da União de Escoteiros dos Estados Unidos com base na orientação ou preferência sexual", afirmou o grupo, acrescentando que a nova regra passará a valer a partir de 1o. de janeiro de 2014.
 
Mas o comunicado postado no Facebook enfatiza que as regras atuais para a escolha de líderes do movimento continuam valendo.
 
Instituição com 103 anos de existência, os Escoteiros dos Estados Unidos contam com 2,6 milhões de membros masculinos, já que existe em separado um movimento para as meninas, a União de Bandeirantes dos Estados Unidos.
 
Uma pesquisa da Universidade de Quinnipiac divulgada em fevereiro revelou que 55% dos americanos eram a favor do fim da proibição aos escoteiros gays contra 33% de pessoas contrárias.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques