25/05/2013

Americano que desistiu da carreira por ser gay retorna ao futebol

 
Publicado pelo Terra
 
Três meses após revelar ser homossexual e se aposentar do futebol, com 26 anos, o meia americano Robbie Rogers assinou um contrato com o Los Angeles Galaxy e retornará aos campos, segundo informações do USA Today.
 
Com o acordo, o jogador se torna o primeiro homossexual assumido a disputar a Major League Soccer, campeonato de futebol dos Estados Unidos.
 
No último dia 15 de fevereiro, Rogers declarou estar cansado de "se ferir por guardar um segredo" e pediu dispensa do Stevenage, da Inglaterra, equipe que defendia na época.
 
Em março, em entrevista ao jornal The Guardian, ele declarou que é "impossível" ser gay no futebol.
 
"As pessoas iriam me assistir (jogando) por ser gay? Eu teria que lidar com perguntas como 'então você toma banho com homens, como é?'. Se eu jogasse bem, diriam: 'o gay jogou bem'. E se jogasse mal, seria: "ah, o cara gay. Ele tem dificuldades porque é gay. Não quero lidar com isso", declarou na época.
 
Rogers é convocado desde 2009 a jogos da seleção americana principal. Em sua carreira, ele defendeu o Orange County Blue Star (EUA), Heerenveen (Holanda), Columbus Crew (EUA), Leeds United (Inglaterra) e Stevenage (Inglaterra).
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques