03/06/2013

Associação da Espanha pede que Neymar se desculpe por suposta homofobia em comercial

 
Publicado pelo UOL
 
O Observatório Espanhol contra a Homofobia acionará Neymar para que ele se desculpe por suposta “ação homofóbica”. O reforço do Barcelona estrelou recentemente comercial para a empresa Lupo, onde aparece de cueca.
 
A ação publicitária foi interpretada pela associação espanhola como preconceito aos homoafetivos.
 
O presidente da associação, Eugeni Rodríguez, também contesta o patrocínio principal do Barcelona, a Qatar Foundation, salientando que este país não respeita os direitos dos homossexuais.
 
Em nota, a fabricante de roupas íntimas e uma das empresas que ajuda a bancar o salário do atacante, negou qualquer preconceito na peça.
 
Nele, a cada cliente mulher que entra na loja e pede uma peça de roupa usada pelo jogador, o próprio aparece como modelo vivo e mostra a vestimenta. Na vez de um homem 'fortão' fazer o pedido por uma “cueca sexy do Neymar”, o atacante sai de fininho e não se exibe para o comprador.
 
Na visão de alguns internautas que viram a propaganda, a fuga de Neymar representaria preconceito com gays que gostariam de ter a roupa íntima, o que é negado pela Lupo.
 
 

Um comentário:

Anônimo disse...

Também concordo que houve indiretamente uma discriminação com os homoafetivos, pois o comercial mostrou uma visão antiquada e machista em relação ao produto, mal formulado este comercial.

Marcador Em Destaques