Embaixada francesa celebra seu 1º casamento gay no Brasil

 
Publicado pelo Terra
 
Dois empresários franceses residentes no Brasil se casaram nesta quarta-feira na embaixada de seu país, no que representou o primeiro casamento homossexual realizado nessa legação diplomática desde que o Parlamento francês aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
 
Gilles Barral, de 51 anos, e Didier Oumnas, de 46, disseram o "sim" diante do cônsul francês em Brasília, Frank Laval, em uma cerimônia simples, com muito poucos convidados e presenciada por um pequeno grupo de jornalistas.
 
Segundo explicaram, os dois vivem juntos há mais de 20 anos e há alguns anos vivem na Bahia, onde têm um pequeno hotel de praia.
 
O casamento homossexual foi aprovado na França no dia 23 de abril, quase um mês antes que o Conselho Nacional de Justiça decidisse legalizar o casamento homossexual, apesar de o Congresso ainda não ter se pronunciado sobre o assunto.
 
 
Até então, no Brasil só havia a "união estável" entre homossexuais, na qual seus membros são considerados "solteiros" e têm limitações quanto a heranças e outras garantias reservadas aos casais heterossexuais.
 
O Conselho Nacional de Justiça, no entanto, decidiu igualar a "união estável" a um casamento e ordenou que os registros civis transformassem essa figura em casamento e passassem a realizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo. (EFE)

 

Comentários