09/06/2013

Manifestante contra casamento gay invade final de Roland Garros

 
Publicado pelo Terra
 
Um torcedor tentou invadir a Philippe Chatrier, quadra central do complexo de Roland Garros, durante a final da competição de simples masculina. Com um sinalizador na mão, uma máscara e sem camisa, o torcedor em questão protestava contra a aprovação do casamento gay na França, segundo informa a agência AFP.
 
O torcedor tentou invadir a quadra quando o espanhol Rafael Nadal se preparava para sacar em 5/1 para fechar o segundo set diante do compatriota David Ferrer.
 
O fã chegou a colocar os pés sobre a quadra de saibro, mas foi rapidamente contido pela ação de seguranças. Ele estava sem camisa e em sua barriga estava escrita a frase, em inglês, kids rights ("direitos das crianças"). De acordo com a agência, ele protestava contra a lei que aprova o casamento gay, promulgada pelo presidente francês François Hollande no último dia 18 de maio.
 
A interrupção, mesmo que rápida, chegou a desconcentrar Nadal. Este perdeu o game de serviço e viu Ferrer diminuir a desvantagem para 5/2. Na sequência, porém, o hepctacampeão de Roland Garros obteve nova quebra de saque e confirmou a vitória no segundo set por 6/2. Ele já havia vencido a primeira parcial por 6/3. O número 4 do mundo venceria ainda o terceiro set de novo por 6/3 para confirmar o octacampeonato de Roland Garros.
 
Durante a final, foi vista nas arquibancadas uma faixa que também protestava contra o casamento gay, com a inscrição France tramples on children's rights (A França pisoteia os direitos das crianças). Pouco antes da tentativa de invasão do torcedor, já havia ocorrido um princípio de confusão nas arquibancadas, provocada exatamente por ativistas contrários ao casamento gay.
 
Também mascarados e sem camisa, quatro torcedores estenderam outra faixa na Suzanne Lenglen, quadra secundária de Roland Garros, na qual pediam a renúncia do presidente François Hollande. Esses fãs também portavam sinalizadores.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques