Ele nasceu menina e ela, menino. Hoje são um casal que luta contra o preconceito


Matéria do Hypeness
Por Vicente Carvalho
 
Nós estamos sempre em busca de histórias de pessoas que inovaram de alguma forma na vida, e esse é mais um exemplo de pessoas que não se contentaram em fazer parte de um padrão estabelecido pela sociedade, e foram perseguir seus sonhos. O belo casal adolescente que você vê nas fotos, poderia passar despercebidos nas ruas, se não fosse por uma detalhe: os dois trocaram de sexo, ou seja, são transgêneros.

Katie Hill, de 19 anos, nasceu como menino chamado de Luke, e atualmente namora Arin Andrews, de 17 anos, que nasceu como Emerald, uma linda menina que ganhou concursos de beleza e fazia balé, mas que secretamente queria era pilotar motos, fazer triatlo e escalada. Ambos tiveram infâncias difíceis, pois foram alvo de brincadeiras maldosas na escola e de um conflito interno muito grande, pois não se reconheciam no espelho. Arin disse que não entendia porque tinha que ficar na fila das meninas quando os professores iriam separá-los para alguma brincadeira. “Foi uma tortura todos os dias”, disse Arin.
 


À esquerda, Emerald Andrews antes e à direita atualmente,
como Arin Andrews: “Finalmente” diz ele em seu facebook.
 
À esquerda, Luke Hill, e à direita já como Katie Hill,
considerada uma mulher legalmente desde os 15 anos.

“Tive que dar adeus ao meu filho”, disse a mãe da Katie, Jauzlyn, mas também disse não se importar pois o que mais importava era ver sua filha feliz. Ambos começaram cedo a fazer terapia, mas se conheceram anos mais tarde, em um grupo de apoio aos trans, em Tulsa, Oklahoma, EUA, e se apaixonaram. Arin disse ter ficado chocado com a beleza de Katie, e que achava bonita demais para ser transexual. E logo começaram a namorar e a trocar mihares de mensagens no celular e facebook, como qualquer outro casal. O processo de aceitação dos pais foi lento e gradual, mas atualmente até a avó de Katie, Judy, entende que a neta “nasceu no corpo errado”. Os dois tem um futuro pela frente, e o apoio da família tem papel crucial nessa história, pois graças aos pais, Arin conseguiu fazer a cirurgia de remoção de seios e posteriormente a de mudança de sexo, e Katie ganhou a cirurgia de um doador anônimo que pagou para ela fazer o procedimento cirúrgico.

Vídeo onde Katie conta como foi o primeiro beijo dos dois. O vídeo está em inglês mas os sentimentos e emoções são universais:
 

O casal diz estar se expondo para ajudar na questão trans, pois sabem que muitas outras crianças e adolescentes passam pelas mesmas dúvidas, constrangimentos e falta de apoio dos pais, o que só dificulta e retarda o início dos procedimentos para a adequação do sexo psicológico para o do corpo em que residem. Nas fotos abaixo, alguns momentos do casal que, notadamente, estão com um grande sorriso estampado e com certeza muito mais felizes agora.












 

Comentários

  1. http://generoaderiva.wordpress.com/2013/07/22/sobre-o-casal-trans-e-porque-a-midia-continua-a-nos-exotificar-e-higienizar-3/

    ResponderExcluir
  2. Só tenho uma coisa a dizer: lindo casal!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!