15/07/2013

Inglaterra e Gales dão mais um passo para aprovação do casamento gay

 
Publicado pelo G1
 
A Câmara dos Lordes aprovou nesta segunda-feira (15) o projeto de lei sobre o casamento homossexual, uma importante etapa para a sua adoção definitiva na Inglaterra e no País de Gales.
 
O texto voltará terça-feira à Câmara dos Comuns, que já havia aprovado o projeto por 366 votos contra 161, para ser debatido antes de sua aprovação final.
 
A decisão dos Lordes foi recebida com festa pelos militantes dos direitos dos homossexuais, vestidos de rosa em frente ao Parlamento. "Minha vida e as de muitos outros serão mais belas hoje do que ontem", declarou o lorde trabalhista Waheed Alli, homossexual declarado.
 
Seu colega conservador, Lord Framlingham, lamentou o fato de este projeto do que chamou de "mal amados" ter superado todos os obstáculos sem dar concessões à oposição.
 
A Câmara dos Lordes havia rejeitado o projeto em 4 de junho, após dois dias de intensos debates.
 
Uma emenda chamada de "demolição" possibilitou a aprovação do texto.
 
O casamento homossexual causou pouca agitação na opinião pública, que é majoritariamente favorável, mas segue dividindo o Partido Conservador.
 
O primeiro-ministro David Cameron se mostrou determinado em fazer valer o casamento gay na Inglaterra e no País de Galles a partir de meados do próximo ano. As outras regiões do Reino Unido, Escócia e Irlanda do Norte, têm sua própria legislação.
 
Entre os britânicos, a mudança é simbólica, porque os casais homossexuais têm os mesmos direitos parentais que os casais heterossexuais. Ele podem adotar, recorrer à procriação medicamente assistida e à barriga de aluguel, desde que não seja remunerada, e podem se unir civilmente desde 2005.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques