15/08/2013

Apresentador russo é demitido depois de assumir ser gay ao vivo

Krasovsky era o editor-chefe do canal e está atualmente desempregado


Visto na Época

O apresentador russo Anton Krasovsky, 37 anos, foi demitido depois de revelar ser gay ao vivo no canal KontrTV. "Eu sou gay, e sou uma pessoa como você, minha querida audiência, como o presidente Putin, como o primeiro-ministro Medvedev e como os deputados da nossa Duma", disse Krasovsky. O vídeo de sua revelação foi retirado do site da TV e do YouTube.

Em entrevista à CNN, ele afirmou ter sido demitido na mesma noite em que fez a declaração. Krasovsky era o editor-chefe do canal e está atualmente desempregado.

A questão da homossexualidade na Rússia é um tema delicado para o país no momento. Ontem, a Fifa cobrou explicações das autoridades do país, sede da Copa do Mundo de 2018, sobre a lei que proíbe a propaganda homossexual. A lei, promulgada pelo presidente Vladimir Putin em julho deste ano, proíbe todo ato de ‘propaganda’ homossexual ante menores.

Um comentário:

Miguell do Cristo disse...

É o que eu digo: muito vergonhoso pra uma potência emergente como a Rússia. Malditos resquícios do autoritarismo

Marcador Em Destaques