29/08/2013

Filipinho se assume para Rosemere: 'Isso não é uma fase. Eu sou gay, mãe!'


Visto no site da novela

Depois de desabafar com Peixinho (Julio Almeida), Filipinho (Josafá Filho) decide encarar a mãe, Rosemere (Malu Mader). O famosinho passou a noite com Peixinho e quando chega em casa a encontra desesperada. “Como é que você some desse jeito, filho? Passa a noite fora, não liga, não leva o celular!”, diz ela.

Filipinho encara a mãe e diz que passou a noite com Peixinho. Ela não quer aceitar a realidade e pede para ele não fazer mais isso. Filipinho insiste com a mãe: “Você ouviu o que eu disse?”, pergunta ele. Rosemere tenta mais uma vez fugir: “Eu vou ligar pra Odila (Cris Nicolotti) pra dizer que cê chegou...”. 

Mas o filho não deixa a mãe completar a frase: “Mãe, eu tenho uma coisa pra te dizer”. Já sabendo que vai ouvir a confissão do filho, ela pede desesperadamente para que ele não fale: “Eu não quero ouvir! Eu não vou ouvir!”. E grita com ele: “Você não é! Você não é isso que tá pensando! Isso é uma fase, filho! É normal, muita gente passa por isso.”

Filipinho interrompe a mãe e firme, assume: “Isso não é uma fase. Eu sou gay, mãe!”. Rosemere começa a chorar copiosamente quando Perácio (Felipe Camargo) entra e percebe o que está acontecendo. Ele diz que para ele e sua avó não faz a menor diferença. Nesse momento, Rosemere explode: “Não faz diferença porque não foram vocês que criaram! Não era você que tinha que ir no colégio semana sim, semana não, conversar com a diretora porque o teu filho apanhava dos colegas e sofria todo o tipo de humilhação!”


Perácio diz que isso é mais um motivo para ela aceitar e compreender. A mãe explica, então, que não é preconceito. Ela conta que tem medo de que o filho sofra ainda mais: “Só de imaginar o que você vai sofrer, que você vai ser discriminado. Tanta gente ruim e ignorante que tem nesse mundo! Eu não quero que você sofra, você me entende?”

Filipinho diz que não escolheu e que tinha medo de fazer a mãe sofrer. Rosemere decide se render: “Não tem nada que pedir desculpa. Você é o melhor filho que uma mãe podia ter. Eu te amo muito e, agora, ainda mais! Te amo, muito, muito!”

Você não pode perder estas que vão ao ar nesta sexta-feira, dia 30 de agosto. 

Ator fala da virada de Filipinho ao se assumir gay: ‘Pode ser encarado de forma simples’


Que Filipinho é um garoto super do bem, todo mundo já sabe. O que a galera não imagina é que ele vai viver um dilema na trama em relação à própria sexualidade. Os atores Josafá Filho e Julio Oliveira, que vivem Filipinho e Peixinho, respectivamente, bateram um papo com o site e comentaram essa transição do personagem. E na hora de mudanças nada melhor do que ter amigos por perto! E assim será com Filipinho! Peixinho é quem vai abrir os olhos do “famosinho” e dar coragem a ele para encarar essa nova realidade.


“O Peixinho é gay, é bem resolvido com sua sexualidade, mas o Filipinho, não. Esse encontro com Peixinho vai fazer com que ele tenha tranquilidade para assumir para ele mesmo quem ele é, para mãe e, posteriormente, para a imprensa. Ele é uma figura importante para a virada do Filipinho”, conta Josafá.

O intérprete do "famosinho" acredita que o preconceito ainda existe, mas diz que a novela aborda o tema de uma forma bem amena: “Ele é um garoto sensível e simples. Às vezes, a gente coloca a questão da homossexualidade como algo distante de nós.”

E Josafá não teme levantar polêmicas: “Todo mundo gosta do Filipinho. E quando você descobre que uma pessoa próxima a você, amiga, parceira, é gay, você vai gostar menos dela? A novela traz isso. Ela aproximou um garoto simples, de bairro, que a gente se compadece do sofrimento dele, do sonho que ele tem, e logo depois vem o fato de que ele é gay! E isso pode ser encarado de uma forma simples. O preconceito ainda reina, mas é muito bacana essa simplicidade.”

Mas Peixinho vai ser mais do que um amigo para Filipinho. Feliz com a guinada dos personagens, Julio Oliveira adianta que a amizade entre os dois vai dar lugar ao romance. “Vai acontecer. Eles vão chegar a passar a noite juntos. Isso vai mudar muito a cabeça do Filipinho. No dia seguinte, ele vai chegar em casa e se assumir para a família. E o Peixinho vai dar todo o apoio”, conta o ator, que elogia sua parceria com Josafá Filho: “Está sendo muito bacana contracenar com o Josafá. É a segunda novela que fazemos juntos, a primeira foi Ti Ti Ti. Ele é super empenhado, e tem rendido cenas muito legais.”

Depois de se descobrir, Filipinho vai ganhar forças para lutar por seus sonhos. Tanto é que ele abandona tudo para estudar música em Nova York. Mas como nunca se sabe o que os autores reservam para seus personagens, Josafá faz suas apostas: “Pode ser que o Peixinho vá para Nova York ou que o Filipinho volte logo para o Brasil.”

Julio Oliveira se anima com o desafio: “O papel do ator vai muito além do entretenimento, temos uma função social. Acho que falar sobre homossexualidade numa novela das sete e ter a oportunidade defender esses personagens é um modo de contribuir com toda essa modificação que está acontecendo no nosso país.”

E parece que isso já está surtindo efeito! Julio Oliveira conta que vem se surpreendendo com a reação do público: “As pessoas me abordam torcendo para eles ficarem juntos! Recebi uma mensagem de uma mãe dizendo que vive a mesma história da Rosemere (Malu Mader) com o Filipinho. Ela contou que desconfia da orientação do filho, mas prefere conviver com a dúvida do que saber a verdade. Respondi dizendo para ela acompanhar a novela, porque a melhor resposta nesse caso é descobrir como a história de Rosemere e Filipinho vai se desenrolar.”

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques