03/09/2013

Ator de Cinquenta Tons de Cinza começou a carreira no seriado gay Queer as Folk

 
Publicado pelo Veja São Paulo
 
Muitas fãs que estão torcendo o nariz para Charlie Hunnam, escolhido para interpretar Christian Grey na versão para o cinema de Cinquenta Tons de Cinza, podem acreditar: o cara é bom ator e tenho certeza que desempenhará muito bem o papel. Digo isso porque Hunnam começou a carreira num seriado gay e agora terá a missão de dar corpo e alma ao sadomasoquista do livro de E.L. James. Em 1999 e 2000, ele interpretou Nathan na série inglesa Queer As Folk (lançada em DVD no Brasil), que aqui ganhou o nome de Os Assumidos.
 

Na pele de Nathan, Charlie Hunnam interpretou um jovem gay disposto a conquistar um cara mais maduro
 
Hunnam tinha apenas 19 anos e convenceu muuuito bem no papel de um jovem homossexual, que não media esforços para ganhar um cara mais maduro. Detalhe: Hunnam não é gay. Em 1999, ele casou com a atriz Katharine Towne, que havia conhecido num teste para o seriado Dawson’s Creek. O casal se separou três anos depois. Desde 2007, sua escolhida é a designer de joias Morgana McNelis. O casal de namorados, inclusive, comprou um rancho na Califórnia para viver afastado das badalações de Hollywood. Preferem a companhia das galinhas, dos macacos e dos patos e possuem uma horta orgânica.
 

Antes e depois: na época de Queer As Folk e, todo musculoso, em Círculo de Fogo
 
Nascido na Inglaterra em 1980, o astro de 33 anos mora nos Estados Unidos desde 2004, mas passa boa parte do tempo em Londres. Com uma carreira razoável no cinema (seus mais recentes filmes foram A Fuga e A Tentação), conquistou uma melhor oportunidade na TV ao viver o protagonista do seriado Sons of Anarchy, que já está na sexta temporada. Em cartaz nos cinemas, ele é o herói de Círculo de Fogo, dirigido por Guillermo del Toro. Como deve começar em breve a rodar Cinquenta Tons de Cinza, Hunnam adiou sua participação em Crimson Peak, o novo filme de Del Toro, previsto para estrear em 2015.
 
Dê uma olhada na “desenvoltura” de Charlie Hunnam interpretando Nathan em Queer As Folk
 

2 comentários:

Marcela Hebeler disse...

mas, no Brasil passou a versão norte americana e não essa versão do reino unido... pelo menos eu assistia na HBO e comprei os DVDs da versão norte americana...

Patrick Simões Dias disse...

o Charlie Hunman é um puta ator. No Queer as folk ele fez um trabalho animal e mostrou que é um ator foda , do mesmo naipe q diCaprio e Brad Pitt (q tb precisaram quebrar a barreira de galã pra mostrar que eram mais que isso e que realmente tinham talento pra atuação). Isso está mais que comprovado em Sons of Anarchy, que na minha minha humilde opinião fecal, é a melhor série dramática atual (e de muito tempo pra cá também), fazendo um papel foda pra caralho tb. E aí agora vai fazer esse filmezinho e virar um Cullen da vida para um público na sua maioria de mulheres infelizmente mal resolvidas sexualmente que jogam toda a esperança de um amor não correspondido num livro que é muito mais pretensioso que ousado e aí não vai ser reconhecido pelos ótimos papeis que fez e sim por ser o "grey" das meninas que se acham ousadas porque leram numa página solta o termo "pinto".

Marcador Em Destaques