12/09/2013

Bahia terá programa de empregos voltado para o público LGBT


Publiado pelo NE10/Bahia
Por Mellyna ReisDo
 
Poucos dias após o encerramento da II Semana da Diversidade, o Grupo Gay da Bahia (GGB) anunciou a criação de um programa voltado para a inclusão e qualificação de mão de obra do público LGBT. O Sistema de Intermediação de Mão de Obra (SIM LGBT) atenderá principalmente para jovens em busca da primeira oportunidade no mercado de trabalho.
 
A ideia foi proposta pela vereadora Fabíola Mansur (PSB) ao GGB, a entidade mais antiga do Brasil que atua em defesa dos direitos dos homossexuais. No documento encaminhado ao grupo, a parlamentar apontou as dificuldades que o público LGBT enfrenta na disputa por uma vaga no mercado de trabalho.
 
Para o presidente da entidade, Marcelo Cerqueira, esse entrave é causado pela homofobia. "Acaba contribuindo para a marginalização dessas pessoas", explicou o ativista, durante o balanço da 12ª Parada Gay da Bahia, realizada no domingo passado (8).
 
Ainda segundo a entidade, os cursos de qualificação profissional serão oferecidos por meio de parcerias com a Coordenação Estadual LGBT da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) e a Universidade Salvador (Unifacs). O Grupo Gay da Bahia ficará responsável pela intermediação da mão de obra junto a empresas.
 
As informações sobre as turmas de capacitação profissional e cadastro de currículos para empresas podem ser obtidas na sede do GGB no Pelourinho, pelo ggbbahia@gmail.com. O telefone da entidade é (71) 3322-2552.
 
PARADA GAY - Cerca de 1 milhão de pessoas participaram da 12ª Parada Gay da Bahia, cerca de 30% a mais que o ano passado, segundo o GGB. Este ano o desfile teve a cantora Daniela Mercury como madrinha. "Foi um grande sucesso e prestígio para a cidade no cenário nacional", comemorou o presidente do GGB, adiantando que em 2014 o evento começará às 13h e vai até às 19h.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques