11/09/2013

Chegada dos atletas em Londres trava o Grindr, aplicativo de "encontros" gay

 
Publicado pelo CanalTech
 
O Grindr, um aplicativo geosocial focado em homossexuais que permite ao usuário se comunicar com pessoas que estejam em uma região próxima a ele, teve um problema técnico e saiu do ar na última segunda-feira, mesmo dia em que a maioria dos atletas desembarcou em Londres para as Olimpíadas.
 
Segundo o The Mirror, o aplicativo, que possui versões para Android e iOS, foi lançado em 2009 e já possui quatro milhões de usuários em todo o mundo, sendo que Londres possui 350 mil perfis cadastrados.
 
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.
 
"Sei que é frustrante. É frustrante para mim também. Eu dependo do Grindr no meu dia a dia pessoal, e isso faz eu me sentir desconectado. Nossa equipe de técnicos trabalhou contra o relógio para resolver os problemas e colocar o aplicativo de novo no ar", disse Joel Simkhai, o fundador do serviço.
 
Apesar de todos os boatos ligados ao desembarque dos atletas, um representante do Grindr fez a seguinte declaração ao site Huffington Post:
 
"Enquanto nós adoraríamos acreditar que os homens mais atléticos do mundo, todos vestindo Lycra e reunidos em um só lugar poderia gerar um grande aumento no tráfego do Grindr, podemos dizer com confiança que a chegada das equipes olímpicas teve pouco ou nenhum efeito em nosso servidor".
 
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques