04/09/2013

Travesti é ameaçada com choque e tem mala queimada em Piracicaba


 
Publicado pelo G1
 
Uma travesti de 34 anos foi agredida na Rua Governador Pedro de Toledo, no Centro de Piracicaba (SP), na noite desta segunda-feira (2). O agressor ainda a ameaçou com choque elétrico, apontou uma arma para a sua cabeça e ateou fogo em sua mala de roupas, conforme afirmações feitas pela vítima à Polícia Civil. O caso foi registrado como lesão corporal.
 
 
“Eu chegava do supermercado quando fui abordada pelo suspeito, que é marido de outra travesti. Ele deu um choque na minha boca, me pegou pelo braço, me bateu e ameaçou com uma arma dizendo que eu não poderia sair da pensão, que é de sua propriedade, e também não poderia deixar de pagar para usar o ponto na Rua Governador”, disse a travesti.
 
Ela relatou ainda que pretende deixar Piracicaba, pois teme a insegurança. De acordo com a vítima, depois da morte da travesti Abelha em abril deste ano, o agressor e a esposa e mais duas pessoas passaram a comandar a prostituição na área central.
 
Quando a travesti tentou buscar a mala na pensão, que também fica no Centro de Piracicaba, ela enfrentou mais problemas, apesar da presença da Polícia Militar no local. “Como não tinha como mandado de busca, ele se negou a abrir a porta. Ainda ateou fogo nos meus pertences, pegou R$ 500 em dinheiro que eu estava guardando e confiscou os meus documentos e cartões de crédito. Só consegui salvar meu RG", relatou a travesti.
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques