16/10/2013

Daniel Radcliffe: “Sexo gay, especialmente na primeira vez, dói muito”

 
Publicado pela Lado A
 
Calma, o ator inglês Daniel Radcliffe, famoso por interpretar Harry Potter nos cinemas não experimentou sexo com outro homem, pelo menos não foi isso o que ele quis dizer com a frase acima. O ator comentava as cenas gays que gravou para o filme “Kill Your Darling”, em que vive o poeta gay Allen Ginsberg, e que o diretor John Krokidas pediu para ele dar realismo à perda da virgindade do personagem.
 
Radcliffe afirmou para a revista Flaunt: “Eu não acho que exista alguma diferença entre quem se apaixona. Pessoas demonstram o amor de formas diferente, mas não tem a ver com gênero ou sexualidade. A única diferença que isso faz é obviamente no cenário sexual real, claro... Eu falei sobre isso com o diretor. Ele me contou o que eu deveria sentir em cada take. Basicamente, sexo gay, especialmente pela primeira vez, dói pra cacete. E ele disse que nunca viu sendo mostrado com veracidade em um filme antes. Ele queria que isso se parecesse com uma perda de virgindade de verdade”, afirmou o ator.
 
Ele contou ainda que o que atraiu ao personagem não foi a sua fama ou influência, mas encontrar a sua voz verdadeira, quem ele era. O desafio para o ator foi encontrar a essência do personagem, por isso ele se interessou pelo papel do poeta da geração Beat de New Jersey que inspirou The Doors, The Clash e até o brasileiro Cazuza.
 
O filme mostra os primeiros anos de Ginsberg na faculdade, na década de 40, e a formação de seus futuros companheiros de farra que acabam se envolvendo em um assassinato. Da alienação da classe média ao sentimento obscuro, o filme mostra o amadurecimento e os dilemas pessoais do genial poeta com enfoque no caso policial que muda sua vida.
 
O filme estreia em fevereiro de 2014. Confira o trailer:
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques