21/10/2013

EUA: Nova Jersey realiza seu primeiro casamento gay

 
Publicado pelo Terra
 
Entre felicitações, sorrisos e algumas lágrimas de emoção, os primeiros casais homossexuais do estado de Nova Jersey se casaram oficialmente na madrugada desta segunda-feira em diversos pontos do estado.
 
Sete casais, alguns deles heterossexuais, oficializaram a união na prefeitura de Newark, a maior cidade de Nova Jersey. O estado é o 14º do país a permitir esse tipo de casamento.
 
A hispânica Gabriela Celeiro foi uma das que se casou nesta madrugada com sua companheira, Elizabeth Salerno, com quem já tinha formalizado legalmente uma união estável desde 2011.
 
 
Gabriela, de 34 anos e moradora de Newark, assim como sua esposa, de 38, explicou à Agência Efe antes do casamento que estavam "muito felizes" por poder desfrutar dos "mesmos direitos que os demais casais".
 
O casamento gay está legalizado a partir de hoje em uma decisão tomada pela Suprema Corte do estado na sexta-feira passada, que confirmou uma decisão prévia de uma corte de categoria inferior.
 
A lei exige solicitar uma licença de casamento com pelo menos 72 horas antes da cerimônia. No entanto, Gabriela e Elizabeth, assim como outros casais, se beneficiaram de uma exceção autorizada pela juíza do Tribunal Superior de Essex, Patricia Costello.
 
 
O prefeito de Newark, Cory Booker, eleito na semana passada para o Senado dos Estados Unidos, presidiu as cerimônias pela primeira vez, já que desde que chegou ao cargo se recusava a oficiar casamentos até que se permitissem os casamentos homossexuais no estado.
 
As prefeituras de outras cidades do estado, como Elizabeth ou Jersey City, também abriram suas portas esta noite para realizar os primeiros casamentos.
 
 
A Corte Suprema permitiu de forma provisória a celebração de casamentos entre casais homossexuais enquanto é resolvida a apelação do governador, o republicano Chris Christie, embora os juízes considerassem que, dadas as possibilidades quase nulas do recurso ter resultado, os casamentos já poderiam começar a ser feitos.
 
 
Christie vetou há quase dois anos uma proposta para legalizar os casamentos que havia sido aprovada pelas duas câmaras legislativas do estado, mas nem a Assembleia nem o Senado conseguiram uma maioria dos terços para superar esse veto.
 
O governador, que de acordo com as pesquisas será reeleito com facilidade no dia 5 de novembro, defende que o assunto deveria ser resolvido em consulta popular.
 
 
Após a decisão do Supremo na sexta-feira passada, vários casais homossexuais iniciaram o procedimento para poderem se casar nesta segunda-feira, e algumas prefeituras se ofereceram para celebrar a partir da meia-noite as primeiras cerimônias, como ocorreu em Newark.

 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques