Livro retrata o cotidiano de homens gays em paraíso tropical nos anos 70

 
Publicado pelo iG/ Volta ao Mundo
Por Alexandre Adoni
 
Entre 1975 e 1983, Tom Bianchi fotografou o cotidiano de homens gays em Fire Island Pines, um paraíso tropical para os homossexuais naqueles tempos, pós-Stonewall e antes do HIV. Na tal ilha perto de Nova York, a rotina era de muito sol, festas e beijo na boca. Ele reuniu tudo isso e lançou o livro “Fire Island Polaroids” neste ano.
 
Longe dos conservadores, aqueles homens estavam livres. Nascido em Chicago e recém-formado em direito, Tom ficou deslumbrado com tantos corpos dourados, bem torneados e registrou tudo. O resultado final pode ser conferido na obra, encontrada no site da editora Damiani ou em outras lojas online. Confira alguns cliques abaixo:







 
 

Comentários