18/11/2013

Papa homenageia adolescente gay que inventou teste de câncer

 
Publicado pelo Parou Tudo
 
O Papa Francisco homenageou Jack Andraka, adolescente gay de 16 anos, que desenvolveu um método eficaz para detectar câncer no pâncreas.
 
O jovem, que vive em Maryland, nos Estados Unidos, foi agraciado com o Prêmio Internacional Giuseppe Sciacca do Vaticano pelo seu trabalho .
 
“É realmente incrível ser reconhecido pelo Vaticano, especialmente como um cientista gay”, disse Andraka ao “WBAL News”.
 
“Quer dizer, isso seria inédito apenas alguns anos atrás. Fazer parte desta ponte do progresso é realmente incrível”, afirmou.
 
 
Ele concluiu: “Isso só mostra o quanto o mundo tem crescido em aceitação às pessoas que são gays e são LGBT. É realmente incrível”.
 
Andraka desenvolveu o teste premiado quando ele tinha 15 anos, após a morte de um amigo da família de câncer no pâncreas, considerado um dos tipos mais mortais. O rapaz está em conversação com duas empresas de biotecnologia para desenvolver os testes. Eles devem estar no mercado entre cinco e dez anos.
 
 

Um comentário:

Marcel disse...

Então quer dizer que um gay precisa "inventar a cura do câncer" para ser notado positivamente?

Marcador Em Destaques