Polêmica! 'Glee' pode ter personagem gay enviado para Rússia


Visto no site da Revista Quem 

Chris Colfer, que interpreta Kurt, pode terminar a série no país, atualmente com política rígida contra os direitos LGBT

Ryan Murphy, criado do seriado musical Glee, parece estar disposto a colocar lenha na fogueira diante das polêmicas envolvendo a Rússia. O país, que declarou guerra contra a comunidade LGBT, com uma recente luta contra os direitos da comunidade homossexual, pode se tornar cenário do famoso programa, com Kurt (interpretado por Chris Colfer, gay na ficção e na vida real), indo morar com os russos.

Glee, que sofreu um baita choque com a morte do ator Cory Monteith, morto em julho por uma overdose de álcool e heroína, está na quinta temporada e deve terminar em 2014, na sexta temporada.

Segundo informações do site E!, Murphy está considerando três locais para encerrar o seriado: Nova York, Kurt na Rússia e uma terceira opção, que pode ser o famoso colégio McKinley High. Becca Tobin (que interpreta a líder de torcida Kitty), já deu a deixa que o boato pode ser, sim, verdade. "Tenho certeza que se formos mesmo para a Rússia ou se Kurt terminar por lá, vamos apimentar um pouco as coisas". 

Já Kurt se mudaria para participar ativamente da luta pelos direitos dos LGBTs no país comandado por Vladimir Putin. "Espero que aconteça, porque sabemos o que está rolando na Rússia e é tudo muito controverso. Acho que todos nós de Glee estamos muito sensibilizados diante do assunto", finalizou a atriz. 

Comentários