Fotógrafo viaja pelo mundo a procura de registros homoafetivos que fujam do apelo meramente sexual

 
Publicado pelo Dezanove
 
Braden Summers é um fotógrafo nova-iorquino que considera que o imaginário das imagens dos relacionamentos LGBT se encontram demasiado sexualizadas, pecavam pela vitimização, banalidade e mesmo ausência. Razões pelas quais, acredita Summers, muitos gays e também lésbicas não se “sintonizam”. Por isso, decidiu pôr mãos à obra numa produção a que chamou All Love Is Equal. Viajou por seis países para mostrar que independentemente da localização todo o amor é igual.
 
Partindo do modelo de uma foto sua onde se vê um casal de homens a passear em Londres, decidiu percorrer o mundo. Primeiro reuniu cerca de 17 mil euros através da plataforma Kickstarter e partiu à aventura durante seis semanas passando por França, Índia, Líbano, África do Sul e EUA.
 
O trabalho de Braden visa tornar os afetos dos casais do mesmo sexo mais visíveis tal como outras representações de afetos que presenciamos diariamente.
 
O fotógrafo justifica as montagens como uma forma do seu público poder sonhar sobre estes romances em todos os locais do planeta e não esconde o desejo deste material fotográfico entrar em digressão mundial e conseguir captar com a sua objectiva mais momentos de cumplicidade entre casais.
 
Eis aqui algumas das fotos de Braden Summers:
 


 

Comentários

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!