18/02/2014

Fotógrafo viaja pelo mundo a procura de registros homoafetivos que fujam do apelo meramente sexual

 
Publicado pelo Dezanove
 
Braden Summers é um fotógrafo nova-iorquino que considera que o imaginário das imagens dos relacionamentos LGBT se encontram demasiado sexualizadas, pecavam pela vitimização, banalidade e mesmo ausência. Razões pelas quais, acredita Summers, muitos gays e também lésbicas não se “sintonizam”. Por isso, decidiu pôr mãos à obra numa produção a que chamou All Love Is Equal. Viajou por seis países para mostrar que independentemente da localização todo o amor é igual.
 
Partindo do modelo de uma foto sua onde se vê um casal de homens a passear em Londres, decidiu percorrer o mundo. Primeiro reuniu cerca de 17 mil euros através da plataforma Kickstarter e partiu à aventura durante seis semanas passando por França, Índia, Líbano, África do Sul e EUA.
 
O trabalho de Braden visa tornar os afetos dos casais do mesmo sexo mais visíveis tal como outras representações de afetos que presenciamos diariamente.
 
O fotógrafo justifica as montagens como uma forma do seu público poder sonhar sobre estes romances em todos os locais do planeta e não esconde o desejo deste material fotográfico entrar em digressão mundial e conseguir captar com a sua objectiva mais momentos de cumplicidade entre casais.
 
Eis aqui algumas das fotos de Braden Summers:
 


 

Um comentário:

Eric disse...

Que lindo!!

Seu blog é maravilhoso!

Marcador Em Destaques