Frieza: Ao ser detido, adolescente confessa ter matado vizinho gay porque não gostava "dessa coisa".

 
Publicado pelo Terra
 
Um adolescente de 15 anos foi detido no último dia 18 por suspeita de ter assassinado o professor Valtenir Ribeiro, 61 anos, em Caiapônia, no sul de Goiás. De acordo com as informações reveladas nesta quinta-feira pela Polícia Civil, o garoto contou em depoimento que cometeu o crime porque a vítima era homossexual e tentou abraçá-lo.
 
Ribeiro foi encontrado morto na sala de sua casa, no dia 10, com um profundo corte no pescoço e vários pequenos ferimentos no tórax e no rosto. "Uma cena horrível. O adolescente foi bem frio durante o depoimento. Foi como se tivesse cortado qualquer outra coisa", afirmou a delegada Marianna Campos Diniz.
 
De acordo com a delegada, os dois moravam na rua. "Ele (adolescente) disse que conhecia a vítima só de vista. No dia do crime, o professor o convidou a entrar e ele tentou abraçá-lo. Ele disse que ficou nervoso, foi para casa, buscou uma faca, voltou e cometeu o crime", contou Marianna, relatando ainda que o menino ainda comentou que "não gosto dessa coisa", ao se referir a homossexualidade da vítima.
 
No local, a polícia encontrou uma camiseta com manchas de sangue. Ao fazer buscas nas proximidades, policiais localizaram o adolescente, que apresentava um ferimento na mão. Abordado, ele confessou a autoria do crime. ​O rapaz já tinha passagens por atos infracionais e pelo Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente de Caiapônia por tráfico de drogas.
 
Cerca de três dias depois, uma faca e um cobertor foram encontrados em um estádio da cidade. A polícia encaminhou para perícia.
 
 

Comentários