04/03/2014

Ásia: Casal homossexual celebra primeiro casamento simbólico de Miamar


 Publicado pelo Correio Braziliense
 
Um casal homossexual se casou simbolicamente em uma pomposa cerimônia pública em Rangun, a primeira deste tipo no país, segundo eles.
 
Tin Ko Ko e Myo Min Htet trocaram suas alianças no domingo em um luxuoso hotel da antiga capital, em uma nova prova da mudanças da mentalidade, em um país que emerge de quase meio século de ditadura militar.
 
 
A união não é reconhecida pela lei, mas a cerimônia foi feita seguindo as tradições de qualquer casamento birmanês. Os dois homens chegaram em um cortejo solene, seguidos por seis pajens, diante de cerca de 200 convidados.
 
"Minha família me aceitou. Estou muito feliz que meus pais me compreenderam (...) Contudo, ele teve muitas dificuldades com sua família", contou Tin Ko Ko, de 38 anos, em um discurso muito emocionado.
 
Os dois homens, que trabalham para grupos de defesa dos direitos humanos, vivem juntos há uma década, e até agora não tinham tornado a relação pública.
 
 
O código penal birmanês, herdado da época colonial britânica, proíbe relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo. Embora a lei já não seja aplicada estritamente, os ativistas da causa a consideram responsável por inúmeras discriminações.
 
O tabu da homossexualidade começou a ser suspenso desde a dissolução da junta militar há três anos. O país teve, inclusive, sua primeira Parada Gay em 2012.
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques