Homem é estuprado após marcar encontro pelo Grindr


Publicado pelo SuperPride
 
Não é de hoje que a gente vê casos chocantes, que tem algum aplicativo de pegação como propulsor de violência. Na Rússia, por exemplo, gays estão sendo perseguidos, humilhados e espancados com muita frequência.
 
Agora, tem um novo caso, direto da Filadélfia, EUA, que está chocando a sociedade americana. Um turista canadense, de 34 anos, estava na cidade e resolveu marcar um encontro pelo Grindr. Até então, uma pratica normal pra muitos de nós hoje em dia.
 
A vítima recebeu o suspeito em seu quarto de hotel, após uma breve troca de mensagens pelo aplicativo. Chegando lá, o cara sacou uma arma, espancou e estuprou o canadense.
 
“Tudo foi muito nebuloso. Eu estava apavorado e pensava que se fizesse o que ele mandasse, ele iria embora”, disse a vítima em entrevista à NBC. Além do sufoco que ele passou dentro do quarto, o rapaz foi obrigado a sair do hotel com o agressor e sacar dinheiro em diversos caixas eletrônicos. Ao entrar para sacar mais dinheiro em um bar, a vítima conseguiu escapar e chamar a polícia.
 
Infelizmente, o criminoso conseguiu fugir. Agora, a polícia abriu inquérito e está em busca do criminoso. Depois do trauma, o canadense disse que não vai mais usar Grindr para marcar novos encontros sexuais.
 
“Eu não vou mais usar aplicativos como este. Eu não vou.”
 
A gente encontrou a reportagem da NBC, com imagens do meliante. Está em inglês!
 
Veja postagem no SuperPride: CLIQUE AQUI!
 

Comentários