01/04/2014

Site acusa presidente da Mozilla de homofobia e pede boicote ao Firefox

 
Publicado pelo G1
 
O site de relacionamentos OkCupid lançou nesta terça-feira (1) uma campanha de boicote ao Firefox argumentando que Brendan Eich, o novo presidente-executivo da Fundação Mozilla, que desenvolve o navegador, é contra a igualdade de tratamento para casais gays.
 
Em 2008, Eich doou US$ 1 mil para em apoio a um projeto de lei estadual na Califórnia, chamada Prop 8, que pretendia barrar o casamento gay.
 
“O novo CEO do Mozilla, Brendan Eich, é um oponente da igualdade de direitos para casais gays. Portanto, nós preferimos que nossos usuários não usem o software da Mozila para acessar o ‘OkCupid’”, escreveu a companhia em comunicado.
 
O OkCupid sugere que seus usuários optem por outros navegadores, como o Internet Explorer, o Google Chrome ou o Opera.
 
Segundo o site de relacionamento, o público homossexual é responsável por 8% dos casais formados pela plataforma. “Nós devotamos os últimos dez anos para unir as pessoas –todas as pessoas.”
 
“Igualdade para relacionamentos gays são pessoalmente importantes para muitos de nós aqui na OkCupid, Mas também é profissionalmente importante para toda a companhia. OkCupid é para criar amor.”
 
Na semana passada, o executivo foi escolhido CEO da Mozilla, o que gerou um mal-estar dentro da companhia. Três diretores da fundação chegaram a pedir demissão e outros funcionários exigiram publicamente para que o novo CEO saísse da companhia.
 
“Sou funcionário da Mozzila e peço que Brendan Eich renuncie ao cargo de CEO”, escreveu o funcionário Chris McAvoy.
 
Ainda na semana passada, em meio ao desconforto provocado pela sua nomeação como presidente-executivo, Eich escreveu em seu blog saber “que há preocupações sobre o seu comprometimento para a promoção da igualdade e recepção de indivíduos LGBT na Mozilla”.
 
“Eu estou comprometido em garantir que Mozilla é, e continuará a ser, um lugar que inclui e dá apoio a todo mundo, independente da orientação sexual, identidade de gênero, idade, raça, etnia, status econômico ou religião”, completou.
 
“Sua doação era conhecida pela Mozilla no momento da sua promoção, e além disso, CEOs são recompensados baseados na performance da companhia [...] Nós estamos tristes por acreditar que qualquer carregamento de página da OkCupid contribuiu mesmo que indiretamente com o sucesso de um indivíduo que apoiou a Prop 8 –e quem, por tudo que sabemos, a apoiaria de novo”, continuou a OkCupid.
 
Veja postagem no G1: CLIQUE AQUI!
 
 

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques