16/06/2014

ONU pede a jogadores gays que revelem sua orientação sexual durante a Copa


Publicado pelo Diário Digital

Os jogadores de futebol homossexuais que participam no Mundial 2014 no Brasil deveriam declarar a sua orientação sexual para ajudar na causa pela aceitação dos gays e lésbicas em todo o mundo, disse a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, esta segunda-feira.

"Encorajo os jogadores e desportistas a declararem a sua orientação sexual sem medo", disse a jornalistas em Genebra.

"Essa é a única maneira de terem o seu direito à orientação sexual aceito. Eles são um exemplo, é importante mandar essa mensagem também aos adeptos", disse Pillay, acrescentando que "é uma vergonha, nos dias de hoje", que as pessoas "tenham que esconder quem realmente são".

A alta comissária fez as declarações após participar de uma reunião sobre igualdade nos desportos durante um encontro do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em que ela também se expressou contra qualquer tipo de discriminação por questões de raça e deficiência.

"Há um reconhecimento crescente de que o combate à discriminação requer mais do que medidas superficiais, que não fazem nada para mudar atitudes e lidar com as verdadeiras causas da desigualdade", disse durante a reunião.

Veja direto no Diário Digital

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques