11/08/2014

"20 fatos surpreendentes sobre o amor" Por Nelson Sheep


Por Nelson Sheep* para o Super Pride
 
Pra muita gente, o amor verdadeiro é puro, doloroso, doce, sangrento, confortante, cruel e absolutamente necessário. Um carrossel de emoções, uma droga que vicia e muda nossas perspectivas, causa alucinações e confunde a mente.
 
Tem coisa melhor do que estar apaixonado? Tem coisa pior do que estar apaixonado?
 
Os pontos de vista são inúmeros, mas quase todos convergem para a ideia de que sem ele, nosso mundo pararia de girar. O amor é, de fato, algo que quase todos buscamos e que lamentamos a perda.
Alimento dos poetas, ao longo das nossas vidas tendemos a desmistificar esse sentimento, buscar repostas para os processos biológicos que causam reações físicas. Além disso, aprendemos sobre as influências culturais nos relacionamentos e como as pessoas se comportam quando dão de cara com ele.
 
Em tempos onde nos apaixonamos e desapaixonamos na velocidade de um clique, não há como não questionar se ainda existe lugar para o romance neste mundo cada dia mais virtual e “conectadamente” desconectado. Loucura?
 
Navegando por aí, nós encontramos diversos artigos, alguns estudos curiosos e teorias malucas. Daí, nós reunimos os 20 fatos interessantes sobre o amor pra você pensar um pouquinho hoje.
 
1) Relações monogâmicas existem em todo o reino animal.
 
2) São necessários apenas 4 minutos para decidir se você gosta de alguém ou não.
 
3) Quando dois amantes olham um para os olhos do outro, a batida do coração sincroniza.
 
4) Ficar perdidamente apaixonado tem efeitos neurológicos semelhantes aos da cocaína.
 
5) Carinhos e afagos da pessoa amada funcionam como analgésicos naturais.
 
6) Basta olhar para uma foto de um ente querido para aliviar a dor.
 
7) Pessoas com o mesmo nível de atratividade são mais propensos a acabar juntos.
 
8) Os relacionamentos de casais que são muito semelhantes entre si, não são suscetíveis de perdurar.
 
9) Coração dilacerado não é apenas uma metáfora, um rompimento amoroso pode mesmo causar dores físicas.
 
10) O amor romântico eventualmente um dia acaba. A partir daí surge o que muitos gostam de considerar como amor comprometido.
 
11) Pessoas que estão apaixonadas têm processos neuroquímicos semelhantes aos de pessoas com TOC.
 
12) Pensar em amor e sexo influencia, respectivamente, a criatividade e a concentração em detalhes.
 
13) Triângulo do amor. Zelo + Carinho + Intimidade = Amor Perfeito.
 
14) Um rosto atraente é preferível a um corpo atraente em relacionamentos em longo prazo.
 
15) Segurar a mão de um ente querido alivia a dor e estresse.
 
16) Expressar gratidão para com pessoas que você ama provoca um pico imediato de felicidade.
 
17) Borboletas no estômago são reais e são realmente causados pela adrenalina.
 
18) Pupilas dilatadas são uma clara demonstração de atração por alguém quando a vê.
 
19) Olhar nos olhos uns dos outros pode fazer com que estranhos se apaixonem.
 
20) Um estudo de Harvard que durou 75 anos chegou a conclusão que o amor é realmente tudo o que importa.
 
*Paulistano da Vila Madalena, criador e editor-chefe do Superpride, apresentador na Flex FM e integrante do Põe na Roda. Formado em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi, encontrou na internet a possibilidade de provocar o pensamento. Vive provocando sensações na audiência e é um ouvinte de primeira.

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques