29/09/2014

Comentário homofóbico de Levy Fidelix continua repercutindo nas redes sociais


Visto no EM

A declaração homofóbica do candidato do PRTB à Presidência da República, Levy Fidelix, no debate desse domingo à noite, na TV Record, é um dos assuntos que mais repercute nas redes sociais desde ontem. Entre memes e críticas, Fidélix ganhou milhares de menções no Facebook e no Twitter.

No encontro entres os presidenciáveis, a candidata Luciana Genro (Psol) perguntou “por que pessoas que defendem tanto a família se recusam a reconhecer como família um casal do mesmo sexo?”. O candidato reagiu com ironia. “Jogo pesado aí agora. Nessa daí, você jamais deveria entrar. Olha, minha filha, tenho 62 anos, pelo que vi na vida, dois iguais não fazem filho. E digo mais, aparelho excretor não reproduz”.

Saiba mais... Levy ainda disse que " não podemos deixar que estes que aí estão achacando a gente no dia a dia, querendo escorar essa minoria à maioria do povo brasileiro". Para Levy, é preferível "perder esses votos do que ficar escorado porque tem medo de perder o voto".

No Facebook, o deputado federal Jean Wyllys (Psol) fez críticas severas em duas postagens. Parlamentar que tem na causa LGBT um dos focos para o exercício do mandato na Câmara, Wyllys disse que vai “avaliar junto à assessoria jurídica se é possível representar contra o candidato na Justiça por sua ofensa a uma coletividade e por estimular a violência contra esta“. No Twitter, durante a exibição do debate, o nome de Levy apareceu como o mais comentado no Trending Topics. Na manhã desta segunda-feira, ele aparecia em segundo lugar.



Veja direto no EM

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques