13/09/2014

Contra homofobia, Corinthians divulga manifesto por fim de grito de 'bicha' no tiro de meta


Visto no ESPN

O Corinthians divulgou na manhã desta sexta-feira um manifesto contra a homofobia, pedindo entre outras coisas, o fim do grito de "bicha" no tiro de meta do goleiro adversário.

A torcida alvinegra costuma, principalmente, insultar o goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, nos clássicos contra o rival em que o Corinthians é mandante.



Outros goleiros também já sofreram isso por parte dos corintianos. Justamente por isso, e também para evitar qualquer represália do STJD, o clube quer acabar com os gritos.

Confira, na íntegra, o manifesto feito pelo time e divulgado em seu site oficial:

"Aqui é o time do povo. Do povo e para o povo. Desde 1910, aqui se combateu o elitismo e o racismo. Aqui houve pioneirismo na inclusão social e racial. Aqui não tem pobre, rico, negro ou branco. Aqui somos todos Corinthians. Aqui nos engajamos para ir às ruas e brigas pelas 'Diretas Já' em um movimento inédito e histórico que uniu o futebol e democracia. Como fazemos na arquibancada e em campo, aqui lutamos até o fim para que todos sejam iguais. E, aqui não há, e nem pode haver, homobia. Pelo fim do grito de 'bicha' no tiro de meta do goleiro adversário. Porque a homofobia, além de ir contra o princípio de igualdade que está no DNA corinthiano, ainda pode prejudicar o Timão. Aqui é Corinthians".

Veja direto no ESPN

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques