25/10/2014

10 curtas nacionais com temática LGBT que você deveria ver

 
Por Camilla Galvão para o Bagaceira Talhada

Feliz da vida, posso dizer que o cinema nacional LGBT vem crescendo no país e aos poucos tomando o gosto do povo brasileiro. Desde o ano passado, 20 longas foram lançados aqui no Brasil, além de inúmeros curtas. 3 dos mais premiados filmes nacionais da atualidade abrangem positivamente a diversidade sexual. Não são mais títulos produzidos direcionadamente para uma comunidade – tocam e agradam a novos públicos, sendo sucessos comerciais. O que é de grande utilidade, já que através da arte, pode-se informar o brasileiro acerca da vida e causas da comunidade LGBT, sem marginalizá-la. Por isso, tiramos do armário uma lista de 10 curtas tupiniquins com essa pauta maravilhosa.

1. A vida ao lado (2006)

Terceiro curta-metragem de uma trilogia sobre sexualidade, idealizado e dirigido por Gustavo Galvão. Nas palavras do próprio diretor: “Sexo e carência afetiva; alienação e descoberta. A Vida ao Lado trata disso.”

2. Café com leite (2007)

Premiado curta que projetou o diretor Daniel Ribeiro, famoso por suas consagradas realizações com temática LGBT – como o curta Eu não quero voltar sozinho (2010) e o longa Hoje eu quero voltar sozinho (2014).
Café com leite é um filme delicado e de abordagem franca, que se desenvolve na relação de Danilo (Daniel Tavares) e seu irmão caçula Lucas (Eduardo Melo), que precisa aprender a conviver sob o mesmo teto que seu irmão mais velho e seu namorado Marcos (Diego Torraca).
 
3. Tá (2007)

Sob a direção de Felipe Sholl, com muita simplicidade na locação, atuação, diálogo e cortes de cena, trata de dois caras num banheiro, descobrindo sexualidade e afetividade.
 
4. Homo Erectus (2008)

Baseado no conto homônimo do livro BaléRalé, de Marcelino Freire, em 2 minutos esse curta, que utiliza apenas de uma narração conjunta a uma animação, explica com humor aquilo que tanta gente ainda precisa entender.
 
5. Depois de tudo (2009)

Protagonizado por Ney Matogrosso e Nildo Parente, o curta mostra esse casal de homens maduros, que levam uma vida mansa e apaixonada em oposição a repressoras convenções sociais.
 
6. O segredo dos lírios (2012)

Esse é um documentário de curta-metragem lindo, premiado e que rodou o país em festivais de cinema, com depoimentos de três mães orgulhosas de suas filhas lésbicas. Falar sobre suas meninas foi tarefa fácil pra essas mães corujas, que transbordam amor durante 16 minutos de curta.

7. Vestido de Laerte (2012)

Em 13 minutos, Laerte Coutinho – cartunista e ativista LGBT – atua no papel de si mesmx, nos mostrando uma pequena porção das dificuldades dxs transgêneros para obter aceitação dos órgãos oficiais em relação a identidade de gênero. Ambientado em meio a arte de Laerte e a capital paulista.

Link para assistir o curta-metragem no Porta Curtas

8. Eu não quero voltar sozinho (2010)

Realização do diretor prodígio Daniel Ribeiro. O curta fez check-in em mais de 60 festivais de cinema nacionais e internacionais, levando diversos prêmios e projetando nosso cinema mundo afora.
Narra a história de Leo (Ghilherme Lobo), um adolescente com deficiência visual que lida com seu desejo de dissipar suas limitações físicas e ilimitar o despertar dos seus desejos, aflorados com a chegada de um novato na sua escola, o Gabriel (Fabio Audi).
 
9. Transophia (2013)

Dois atores em cena interpretando travestis que se prostituem na noite de São Paulo. O curta-metragem é tocante; oscila em monólogos das duas mulheres que revelam seus pensamentos mais íntimos, e lidam com suas próprias convicções do que é ser prostituta, alheio ao que é ser uma mulher transgênero.

10. O mesmo amor (2013)

Como cristãos da comunidade LGBT, que amam e desejam a doutrina religiosa, podem exercer sua sexualidade ao mesmo tempo que sua religião conflitante? Esse documentário de 18 minutos apresenta a Igreja Para Todos, baseada na aceitação de qualquer fiel, sem discriminação, sob a premissa de que o amor de Deus é para todos e a doutrina religiosa também pode ser.
 
Se gostou e quiser ver outros curtas acesse a lista Curtas Nacionais com temática LGBT no Filmow

Um comentário:

Bastian Silva disse...

Mel dels, um curta do Laerte?!? *OOO* to maravilhado aqui. De resto, já vi boas partes dos curtas, uma melhor do que o outro, linda seleção!

Marcador Em Destaques