“Banana” e “Cucumber”: as novas séries do criador de “Queer As Folk” estreiam HOJE; veja os trailers

 
Por Pedro Rocha para o Papel Pop
 
É Hoje! A gente mal pode esperar de ansiedade para começar a acompanhar as novas série de Russel T. Davis, o criador de “Queer As Folk”: “Banana” e “Cucumber”!
 
A gente já falou delas, lembram? As duas vão trazer histórias interligadas de amor e amizade em qualquer sexo ou sexualidade, sem rótulos e com muita comédia!
 
Para fazer um esquenta, a gente resolveu trazer os mais recentes trailers e explicar um pouquinho do que a gente vai ver em cada uma dessas séries.
 
Cucumber
 


Vamos começar por “Cucumber”? A série, cujo sugestivo título significa pepino, em inglês, vai focar em Henry (Vincent Franklin), um cara de 46 anos que por muito tempo manteve um relacionamento com Lance (Cyril Nri), até que… Bum! Os dois se separam.
 
A vida de Henry vira de cabeça para baixo e ele acaba indo morar com três caras: Daniel (James Murray), um hétero que acaba seduzindo Henry; Freddie (Freddie Fox), um jovem gay vivendo o primeiro amor; e Dean (Fisayo Akinade), um outro cara gay que tem que lidar com diversos problemas familiares.
 
Banana
 


Protagonizada pelos personagens Dean e Freddie, coadjuvantes de “Cucumber”, “Banana” é uma série voltada para um público mais jovem, que mais mostrar a vida de um grupo de amigos e seus problemas relacionados a sexualidade, família, emprego e amor. Tudo, claro, com muito bom humor.
 


Ah, e “Banana” ainda tem como uma das estrelas o lindo do Andrew Hayden-Smith, de “Doctor Who”, que terá um envolvimento com Dean, personagem central do primeiro episódio da série, como a gente pode ver na prévia acima.
 
Além dessas duas séries, ainda será lançado um programa online chamado “Tofu”, uma espécie de minissérie documental inspirada pelos temas tratados por “Cucumber” e “Banana”.
 
Cada série terá oito episódios na sua temporada. Tanto “Cucumber” quanto “Banana” estreiam amanhã (22) no Reino Unido, a primeira pelo canal Channel 4 e a segunda pela versão mais jovem, E4, o canal que, dentre outras séries, exibiu “Skins”.
 
Já queremos os torrents poder ver a série!

Comentários