02/02/2015

Guarda da Rainha da Inglaterra apresenta queixa por bullying homofóbico


Visto no Portugal Gay

Um soldado do Household Cavalry Mounted Regimen, que têm como função proteger a família real e participar em paradas, apresentou uma queixa formal depois de sofrer anos de bullying homofóbico.

O ministro da defesa britânico confirma que uma investigação está em curso, e que o acusado ainda está em funções e nega a situação. O soldado em questão, que pretende manter a sua identidade privada, afirmou que só queria continuar a trabalhar e manter a sua vida privada em privado.

Um representante do exército reiterou que a queixa foi levada muito a sério, e que quem seja considerado responsável será punido com gravidade.

Esta notícia surgiu quando o ministro da defesa anunciou que o processo de recrutamento irá pedir aos soldados que assumam a sua sexualidade. Atualmente não existe nenhum registo do número de soldados homossexuais, o que faz com que seja incrivelmente difícil controlar os casos de homofobia. Revelar a sua orientação sexual não é obrigatório nem fator de exclusão, no entanto os soldados são encorajados a fazê-lo. A medida pretende garantir que as políticas em vigor são justas para com todos os membros das forças armadas.

Veja direto no Portugal Gay

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques