O marketing do beijo

Visto no Catraca Livre
 
Uma das novidades deste Carnaval é a disseminação pelos meios de comunicação, como nunca se viu antes, do beijo Gay - um sinal de uma atitude mais liberal da imprensa, certamente estimulada pelo famoso beijo em uma novela da TV Globo ( Amor à Vida).
 
 
Dessa vez, o símbolo foi o jovem Theodoro Cochrane, filho da jornalista Marília Gabriela, fotografado com o modelo gaúcho Lauro Piuma.
 
 
A foto gerou polêmica. Alguns falaram em invasão de privacidade. Ocorre que os dois estavam como convidados do camarote da Schin em Salvador.
 
Argumentou-se (e com razão) que os foliões foram expostos pela mídia - o que, diga-se, é da regra do jogo, por isso que são convidados para camarotes que ficam cheios de jornalistas e fotógrafos credenciados a fim de divulgar o comportamento dos famosos. Inclusive, muitos desses famosos aproveitam essa exposição para alavancarem seu marketing pessoal. Já se a dupla quis aparecer com um beijo cinematográfico não se sabe.
 
Em essência, porém, não deveria existir polêmica: fotos de homens ou mulheres se beijando deveriam se tratadas com a mesma igualdade do que o cenas entre casais heterossexuais.

Comentários