31/03/2015

Assassinos de homossexuais celebram primeiro casamento gay em prisão na Inglaterra

 
Visto no R7
 
Os dois cumprem prisão perpétua por crimes diferentes e se conheceram na cadeia
 
Seja por ironia do destino, ou não, o primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo em uma cadeia na Grã-Bretanha tem como protagonistas dois homens condenados por assassinar gays. Os dois cumprem prisão perpétua por crimes diferentes e se conheceram na cadeia.
 
Marc Goodwin, de 31 anos, foi condenado por espancar até a morte Malcolm Benfold, de 57 anos, em Blackpool, no ano de 2007. O marido dele, Mikhail Gallatinov, de 40 anos, foi preso em 1997 pelo assassinato de Adrian Kaminsky, de 28 anos, em Manchester. Os dois crimes foram motivados por homofobia, conforme ficou provado nos tribunais.
 
A cerimônia, ocorrida na última sexta-feira (27), durou cerca de 15 minutos e teve a participação de quatro parentes deles. A mãe de Gallatinov se disse “orgulhosa” do filho.
 
Por outro lado, o irmão de Benfold, que tem 68 anos, irritou-se com a notícia.
 
— Como você pode sair e matar um homem por ser gay e, em seguida, ter um casamento gay na prisão? Eu não consigo ver qualquer lógica nisso.
 
Um porta-voz do sistema prisional ressaltou que o casamento não gerou custos aos cofres públicos e que os dois não poderão dividir cela.

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques