28/05/2015

Aos 80 e tantos anos, Cauby Peixoto admite pela primeira vez o que muitos desconfiavam: sim, ele é

Por Alvaro Leme para o R7

 
Primeiro deixa eu explicar os "80 e tantos anos" do título: é que a idade verdadeira de Cauby Peixoto é um mistério maior que a existência de vida em outros planetas, a construção das pirâmides e se aquele biscoito das antigas vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais.
 
Outro mistério sobre Cauby, guardado há mais de seis décadas, acaba de ser desvendado: o maior cantor brasileiro de todos os tempos (desculpaê, Latino!) admitiu sua homossexualidade em entrevista que é um dos pontos altos de um documentário sobre sua vida.
 
"Eu era um garoto quando ia para os morros transar com os veados. Eu também andava com eles. Transar era uma coisa natural", comenta ele, em cena do documentário 'Cauby — Começaria Tudo Outra Vez', de Nelson Hoineff, que entra em cartaz semana que vem (hoje, pra ser mais preciso).
Eu sei, tem leitor agora levantando a plaquinha de "eu já sabia". E outros com a cartolina do "e daí?", tô ligado.
 
Também tenho minhas dúvidas sobre a relevância da sexualidade dos famosos, admito. Nesse caso, porém, estamos falando de um tema tabu ligado à vida pessoal de um astro que, apesar de hoje não ser tão presente em nossas playlists, tem status de mito em nosso cenário musical. Ainda que, no mesmo filme, ele diga que com o passar do tempo começou a ter namoradas. Soa mais como uma forma de amenizar a declaração do que de se retratar do que acabara de declarar.


2 comentários:

Franco Araujo comenta disse...

Nos anos 1970 ele morava na Amaral Gurgel, o prédio é o que fica naquela descida da Consolação para a Amaral Gurgel, eu era garoto de programa, e o avistava ele dando rolé na Rego Freitas e no bar "Roleta" cassando os garotos. Nos anos 1980 ele resolveu se mudar e vendeu o apartamento para o meu amigo João.

Franco Araujo comenta disse...

Nos anos 1970 ele morava na Rua Amaral Gurgel, eu era garoto de programa, e o avistava sempre dando rolé com amigos na Rua Rego Freitas, frequentavam um bar gay chamado "Roleta" na mesma rua, e cassando os garotos. Nos anos 1980 ele mudou de endereço e vendeu o apartamento para meu amigo João.

Marcador Em Destaques