25/05/2015

Casal homossexual que 'fingiu' ser pai e filho vai se casar nos EUA

  • Bill Novak (à esq.) e o seu marido Norman MacArthur em Erwinna, na Pensilvânia
Visto no UOL
Depois de 50 anos juntos, Bill Novak e Norman MacArthur finalmente vão conseguir se casar no Estado americano da Pensilvânia. Para ter alguns direitos durante parte desse tempo juntos, o casal era reconhecido como pai e filho legalmente, mas, agora que o casamento entre pessoas do mesmo sexo tornou-se legalmente reconhecido no Estado, eles conseguiram que um juiz desfizesse a adoção para que possam se casar.
Eles usaram um detalhe técnico para obter os direitos que queriam quando se mudaram para uma região dos EUA que não reconhecia parcerias do mesmo sexo. Então, se registraram como "parceiros domésticos" em Nova York em 1994, antes de se mudarem para a Pensilvânia.
Norman disse a Patch à época: "O inferno vai congelar antes que a Pensilvânia aprove o casamento do mesmo sexo". E assim, Novak adotou MacArthur em 2000.
Entretanto, o Estado aprovou a lei em maio de 2014. Eles interromperam a adoção --uma prática utilizada por muitos casais homossexuais no Estado durante algum tempo--, e devem se casar oficialmente nos próximos meses.
Norman acrescentou: "Eu sinto uma enorme sensação de alívio e liberdade agora que nós podemos finalmente fazer algo com o qual eu tenho sonhado há anos". (Com Metro.co.uk)

2 comentários:

Augusto disse...

Acho que vocês deveriam falar aqui no site sobre o primeiro casamento homoafetivo coletivo realizado na capital de Pernambuco, Recife. Foi emocionante, fui um dos que casaram neste dia e o evento entrou para historia de Recife-PE. Fica a dica!

Augusto disse...

O casamento foi realizado no dia 23 de maio de 2015 no forte das Cinco Pontas, Recife e organizado pela GLOS (Gerência de livre orientação sexual do Recife) orgão da PCR (Prefeitura da cidade Recife)

Marcador Em Destaques