18/06/2015

Gêmeos gays criam novo site de emprego para pessoas LGBT


Visto no A Liga Gay

Uma dupla de gêmeos gays criaram o primeiro site social voltado a profissionais que buscam contratar homossexuais, bissexuais e transexuais talentosos. O MyGwork é um recrutador global e uma rede social voltada a promoção da diversidade sexual no mercado de trabalho e a inclusão de novos profissionais em um serviço longe de homofobia.
Não é nenhuma novidade que os LGBT (Lésbicas, Gays, Bisexuais, Travestis e Transexuais) sofrem com a discriminação e o preconceito no mercado de trabalho, com o aumento da homofobia no mundo todo, vemos pessoas LGBT que não tem oportunidades de empregos ou até perdem o emprego por terem chefes preconceituosos. O intuito da criação dessa nova rede social é tornar o mercado de trabalho mais aberto para novos profissionais LGBT e que por muita vezes perdem oportunidades de trabalho por causa da LGBTFobia.
Com sede em Londres, a rede social foi criada pelos irmãos Pierre e Adrien Gaubert, no espaço virtual é possível criar o seu perfil, enviar o Currículum, compartilhar as suas experiências e procurar por novos empregos e oportunidades. Além disso, os profissionais tem acesso a uma lista de eventos voltados para adicionar mais experiências profissionais, e ter novas experiências com outros profissionais, criando o seu Networking.
Os irmãos disseram em entrevista que a inspiração veio de sua falecida mãe, que  estava sempre preocupada que ser gay poderia prejudicar as suas perspectivas de carreiras. Algo que poderia ser verdade, com base nos relatórios da Out Now Consulting no qual descobriram que 46% dos funcionários LGBT tinham visto ou ouvido comentários discriminatórios no trabalho.
“Esperamos que o My G Work ajude a remover o medo de se assumir no trabalho , pois sabemos que , por sua vez , isso leva a melhorar a moral , a produtividade e a retenção de pessoal, fatores que beneficiam a todos no ambiente de trabalho” disse Pierre em entrevista para a revista americana “Diva”. -
No Brasil um projeto se assemelha muito a esse, o “Trans Emprego”, um site especializado em busca e divulgação de empregos para pessoas transexuais em todo o Brasil tem ganhado bastante visibilidade e respeito tanto das pessoas transexuais que se cadastram para procurar um emprego, como pelos empregadores. No Trans Emprego já estão sendo ofertadas vagas muito importantes como design, assessoria de imprensa e até engenharia ambiental.
O grande problema é que no Brasil como ainda não há muitas políticas públicas voltadas para a inserção do LGBT no mercado de trabalho e que possam diminuir os desrespeitos sofridos diariamente por pessoas LGBT no ambiente do trabalho, isso junto com a não criminalização da LGBTfobia e o crescimento do fundamentalismo religioso só aumentam os casos de discriminação dentro das diversas empresas e espaços de trabalho.
“Eu trabalho como vendedor de uma empresa de telefonia móvel, quando percebi que uma outra funcionária não gostava de vender junto comigo.  Em uma discussão por causa disso, ela me chamou de “viadinho”, depois foi falar com o supervisor e pedir para trocar de equipe, quando na verdade eu que deveria ter feito isso.” disse Luciano Tozzy, jovem trabalhador homossexual em João Pessoa-PB. 
A LGBTfobia no mercado de trabalho é enorme e precisa ser combatida, os primeiros passos para o respeito às pessoas LGBT no mercado de trabalho estão sendo dados tanto no Brasil, como no resto do mundo. É possível ver um mundo melhor em um futuro não muito distante, um mundo onde LGBT trabalha com o que gosta e não sofre discriminações nem dentro e nem fora do trabalho.

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques