07/07/2015

Polícia investiga possível ataque homofóbico em prédio de Brasília


Visto no G1

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga a agressão a dois rapazes em um prédio na 216 Norte, em Brasília, na madrugada do último sábado (4). A câmera de segurança do edifício flagrou o momento em que quatro homens e uma mulher agridem a dupla e fogem. As vítimas voltavam de uma festa com mais dois amigos quando foram abordadas e suspeitam se tratar de um ataque homofóbico.

Veja a reportagem do DFTV, com as imagens do ataque: CLIQUE AQUI! 

À TV Globo, uma das vítimas, que preferiu não se identificar, disse que em um primeiro momento achou que se tratava de um assalto. “Só que quando eu identifiquei que um deles estava com um taco de baseball, imaginei que não era um assalto. Por se tratar de um grupo com quatro homossexuais [dentro do carro], imaginei que poderia ser um ataque homofóbico”, disse. “A primeira reação da gente foi correr e tentar se defender.”

Dois dos amigos conseguiram fugir, mas os outros foram seguidos pelos suspeitos de agressão, que aparentavam ter entre 23 e 29 anos. Nas imagens é possível ver quando uma das agressoras aponta para as vítimas dentro do prédio — onde foram atacados com socos, chutes na cabeça e nas costas.

“A gente pedia para eles pararem, a gente falava que não estava entendendo nada. Perguntava o porquê daquilo, e eles só batiam”, relatou uma das vítimas. Ele afirmou que o ataque durou cerca de três minutos.

O jovem disse estar com ferimentos na cabeça, no braço, no peito e nas costas. Ele contou que o amigo está com a cabeça inchada por causa dos golpes. “O que espero hoje é justiça e que eles sejam punidos por isso, pela intolerância deles. Seja qual for o motivo que tenham feito isso, só espero que a justiça seja feita.”

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques