Pesquisa aponta que mulheres têm mais probabilidade de serem bissexuais



Visto na Visão

Os dados de um inquérito feito a 9,000 jovens adultos concluem que as mulheres têm mais probabilidade de mudar de ideias em relação à sua sexualidade por volta dos 20 anos

Existe um número crescente de casos de celebridades femininas que falam abertamente de bissexualidade. Elizabeth McClintock investigadora da Universidade de Notre Dame no Indiana decidiu analisar a tendência. 

Angelina Jolie manteve um caso amoroso com a modelo Jenny Shimizu, chegando a dizer que provavelmente teria casado com ela em diferentes circunstâncias. A modelo cara Delevigne,bissexual assumida, afirma que a sua sexualidade não é uma fase e a atriz Amber Heard, que já foi casada com Johnny Depp, encontra-se numa relação duradoura com uma fotógrafa. 

McClintock analisou os resultados do estudo americano no qual participaram mais de 5,000 mulheres e 4,000 homens que foram interrogados sobre a sua sexualidade três vezes entre a adolescência e o final dos 20 anos. Em média, tinham 16 anos quando questionados pela primeira vez, 22 na segunda e 28 na última. Entre as questões estava como se descreveriam a eles próprios "100% heteressexual", "maioritariamente heteressexual", "bissexual", "maioritariamente homossexual" ou "100% homossexual." 

As mulheres tinham mais probabilidades de se autointitular bissexuais. Tinham também mais probabilidade de mudar de ideias em relação à sua sexualidade por volta dos 20 anos. 

Dr McClintock disse que a erotização masculina da homossexualidade feminina permite às mulheres, por exemplo, beijar amigas em festas sem serem estigmatizadas. Estas circunstâncias podem levar a uma mais fácil descoberta da sua bissexualidade. 

Outra descoberta curiosa de McClintock é que as mulheres atraentes também têm mais probabilidades de se considerar totalmente heterossexuais, pois têm menos hipóteses de experienciar a bissexualidade por terem uma particular facilidade em encontrar parceiros masculinos. - "Mulheres que são inicialmente bem sucedidas em encontrar um companheiro masculino, como é tradicionalmente esperado, poderão nunca explorar a sua atração por outras mulheres (...) No entanto, mulheres como as mesmas atrações sexuais, mas menos opções heterossexuais favoráveis poderão ter uma maior oportunidade de experimentar com pessoas do sexo."

Comentários