‘Teria orgulho’, diz Ivete Sangalo sobre possibilidade do filho ser gay


Visto no EGO

Ivete Sangalo não tem papas na língua. Antes de se apresentar na festa “Chá da Veveta” na madrugada deste sábado, 1º, a cantora recebeu a imprensa em seu camarim no Riocentro, na Zona Oeste do Rio. Perguntada sobre qual seria sua reação se seu filho fosse gay, ela respondeu: "Qual problema teria É a vida dele, é a escolha dele. Eu poderia tentar segurar, mas não conseguiria impedir nunca. E também por que faria isso? Teria orgulho”, afirmou.

Ivete contou também como faz para conciliar sua vida profissional com a pessoal: “Dá para conciliar porque me utilizo desse meu tempo de carreira para ficar na minha vida pessoal. Você acaba sabendo dividir. Tenho a possibilidade de ser a mãe que quero ser e de ser a mulher que quero ser. Tenho a rotina adequada aos meus sonhos. Sou muito feliz. Faço 80% das coisas com o meu filho. E não falo de dever de casa. É trocar de roupa, dar banho, coisa de mãe. Também faço comida, lavo louça…”

Tietes da Ivete
Atração pela primeira vez da festa destinada ao público GLS, a cantora baiana falou da expectativa de se apresentar no evento. “É tanto carinho que virou ‘Chá da Veveta’. Eles queriam muito e eu também, foi um encantamento, virou uma coisa mais pessoal. Essa festa já tem muita tradição e eu venho para brilhar junto com essa festa. Muita gente de fora que veio para curtir a festa”, disse Ivete – que dividirá o palco com as cantoras Anitta e Alinne Rosa.

Com lotação esgotada, Ivete Sangalo se apresentou para um público de mais de 15 mil pessoas. A entrada da cantora foi com o tema de “Alice no país das maravilhas” e Ivete usou fantasia de dama de copas. A cantora começou o show cantando “Tempo de alegria”. Depois emendou “Acelera aê”, “Festa” e “Sorte grande”

Comentários