Auto-ironia sensual: Membros da Igreja Ortodoxa posam novamente para Calendário LGBT de 2016


Visto no Elástica
Por Felipe Germano

'Orthodox Calendar' é uma iniciativa que luta contra a homofobia 

A Orthodox Calendar (OC) é uma iniciativa brilhante. O grupo romeno responsável pelo projeto, seleciona padres ortodoxos e faz ensaios sensuais com os caras. A missão? Brigar contra a homofobia que existe dentro da religião.

No site oficial da OC, o grupo afirma que “O objetivo inicial era criar a primeira organização global de luta contra a homofobia na região ortodoxa [que envolve da Europa oriental, como Rússia, Romênia, Geórgia e Sérvia]. Ao mesmo tempo, o calendário tem uma pegada irônica em relação à própria Igreja Ortodoxa, que recentemente tem se envolvido com repressão artística, comportamento questionável e homofobia”.

O lance todo começou em 2012 e desde lá são lançadas versões anuais do projeto. A edição de 2016 começou a ser vendida nesta quinta-feira (15). Logo na capa você encontra uma montagem do presidente russo Vladmir Putin com Patriarch Kirill, ortodoxo que constantemente critica a homossexualidade. Na imagem ambos estão maquiados e de lingerie. Se liga:


Junto com as fotos, o grupo lança um DVD que mostra o making off da produção. Outra produção em vídeo é o curta promocional que eles fazem para divulgar o lançamento. O filme desse ano você confere abaixo:


O calendário de 2016 é chamado de Sancta Paraphilia, algo como “Parafilia Santa”, em tradução livre. Nele estão 30 fotos com modelos de diversas idades e cores, retratando temáticas como Vouyer e Sadomazoquismo. A versão básica do calendário sai por 20 euros, algo próximo dos 87 reais. A taxa de entrega para o Brasil sai por três euros, 13 reais.

Para quem está na dúvida sobre comprar ou não, seguem abaixo mais algumas fotos da produção.




Comentários