Kanye West: “o mundo da moda me discrimina porque não sou gay”


Visto no CifrasClubNews

Kanye West é influente não só na indústria musical, mas também na moda e no entretenimento

O sempre polêmico Kanye West deu uma declaração um tanto quanto curiosa para o Show Studio, da Inglaterra, disponibilizada na última terça-feira (6). As informações são da revista Blitz. Segundo o rapper, o mundo da moda o discrimina por ele não ser gay. ”Sinto que fui descriminado por ser hétero. Já na música, você é descriminado por ser gay. É preciso ter um talento imenso para derrubar barreiras, como fez o Frank Ocean, por exemplo”, disse West.

O músico ainda declarou que não é feminista, mas “humanista”: ”Fui criado em grande parte pela minha mãe. O meu pai estava lá, mas penso que luto pela importância de qualquer comunidade à qual não é dado o crédito devido. Por isso sou humanista. Adoro, e isto vai soar um pouco gay, mas adoro homens brancos mais velhos. Se você não for um homem branco mais velho, não manda em nada. Vai ser sempre uma luta para quem não for um homem branco mais velho. Quero lutar por qualquer pessoa que não tenha uma luta”, completa.

Na longa entrevista, de quase duas horas, Kanye também foi questionado sobre a declaração que deu meses atrás, anunciando que tinha interesse em se candidatar à presidência dos EUA. “Há certas coisas que me sinto compelido a fazer na vida, não sinto necessidade de encontrar uma justificação para elas”, finaliza.

A entrevista (em inglês) pode ser vista na íntegra no vídeo abaixo:


Comentários