Laith Ashley: o novo modelo trans que está dando o que falar



Visto no Dezanove

Laith Ashley está ganhando espaço no mundo da moda, depois de ser a cara de uma campanha americana, fruto do seu agenciamento com Pêche Di, uma das primeiras agências para modelos trans.

De origem dominicana, Laith nasceu em Harlem, Nova Iorque, e ficou na boca do mundo quando publicou uma foto de roupa interior mostrando todos os seus atributos. Com o objectivo de “se tornar uma versão melhor e mais verdadeira“ de si próprio o modelo faz críticas à indústria da moda por se focar “em indivíduos com aparência cis”, afirmando que “precisamos de incluir pessoas com outro tipo de corpos.”

Aos 26 anos, Laith Ashley é licenciado em psicologia e, para além da visibilidade que traz pelos seus trabalhos como modelo, trabalha num centro comunitário fazendo acompanhamento a jovens trans sem-abrigo, lutando pelo seu acesso a cuidados de saúde.

Foi a sua experiência no contacto com jovens LGBT que o ajudou a iniciar o processo de transição em Janeiro de 2014, processo que confessa ser “muito stressante”. O seu maior sonho na área da moda é posar numa campanha da Calvin Klein e Tom Ford, mas Laith não esconde ser um sonhador e que luta por “um mundo onde as pessoas sejam mais bondosas e compreensivas, um mundo onde as pessoas não se aproveitem umas das outras”.


Laith Ashley não é o primeiro modelo, nem a primeira modelo trans que tem trazido visibilidade às pessoas trans no mundo da moda. Laith segue os passos da modelo brasileira Lea T, de Aydian Dowling que foi capa da Men’s Health, do polaco Oliwer Mastalerz e de Andrej Pejic.

Comentários