23/11/2015

Marido revela ser trans e esposa decide renovar os votos



Visto no RedeTV!

Amy Frary, de 39 anos, pensou que seu casamento com Gary Frary, de 33, estaria acabado após o marido se assumir transgênero em março deste ano. Contudo, o casal continuou junto e hoje, "mais felizes do que nunca", desejam renovar seus votos de casamento no próximo ano.

Segundo as informações do Daily Mail, Gary passou a sentir-se diferente dos outros meninos ainda quando criança. "Quando eu tinha 12 anos, eu roubava as roupas das minhas irmãs e secretamente as vestia. Isso continuou quando fiquei mais velho. Às vezes eu também roubava as roupas de Amy", relatou.

Anos depois, Gary percebeu quem realmente era, e entrou em depressão. "Achei que não tinha volta para mim. Eu senti que estava traindo Amy por causa de como eu me sentia e eu achei que ninguém me aceitaria como mulher", disse. "Eu planejei tirar minha vida no natal de 2014 e deixar um bilhete, mas eu não suportava a ideia de não ver mais Amy e as crianças", completou o transgênero.


(Foto: Reprodução/Daily Mail) 

Com seu relacionamento passando por uma difícil fase e excluindo a morte como opção, o britânico decidiu abrir o jogo com a esposa. "Na noite antes de eu me assumir, Amy e eu tivemos uma conversa muito emocionante. Ela disse que queria me ajudar em qualquer coisa que estava acontecendo e aquilo me deu coragem".

No dia seguinte, enquanto o casal, de Norfolk, na Inglaterra, se preparava para buscar a filha Laila, de 8 anos, na escola, Gary mostrou para a esposa uma foto sua vestido de mulher e afirmou que a pessoa na imagem era "quem ele realmente era".

"Eu fiquei chocada. Eu não sabia o que falar. Eu não sabia como reagir", contou Amy.

Sem conseguir dormir e comer direito por semanas, a esposa lutou contra a raiva que estava sentindo do marido. "Eu não queria que Gary sentisse culpa por ser um transgênero, porque nenhum transgênero deve jamais sentir-se culpado por quem realmente é, mas eu estava com muita raiva e confusa, e por isso comecei a questionar o relacionamento", confessou a mulher.

"Quando Gary se assumiu transgênero, eu pensei que nosso casamento iria acabar. Mas ele é o amor da minha vida e eu queria dar uma chance para nós", afirmou a britânica, que alegou ter sentido dificuldades para desenvolver atração pelo marido.

Com o passar do tempo, Amy aceitou a nova identidade do marido e, um mês depois, Gary, que agora prefere ser chamado de Melissa, revelou-se para a família e amigos. "Meus parentes ficaram chocados de início, mas depois me apoiaram. Foi tão surreal ver que minha família cuidaria de mim não importa a situação", desabafou o transgênero.

Hoje, Amy criou um blog para ajudar pessoas que passaram pelo mesma situação, além de desejar renovar os votos de casamento. "Existe uma diferença imensa entre Gary e Melissa. Gary era tímido. É muito bom vê-lo relaxado agora". concluiu.

Além de Laila, Amy tem mais dois filhos, Sam, de 16 anos, e Dylan, de 13, frutos de um relacionamento anterior. Os três chamam Melissa de mãe.



Dylan, Gary, Amy, Laila e Sam (Foto: Reprodução/Daily Mail)




(Foto: Reprodução/Daily Mail)

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques