11/12/2015

Valentina Sampaio: mais uma bela modelo trans brasileira


VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Visto no FFW

Nascida em Fortaleza mas criada na praia de nome Prainha, no município de Aquiraz, Ceará, Valentina Sampaio, 19, é a mais nova modelo brasileira transgênero. Filha de um pescador com uma professora, Valentina é a segunda mais velha em uma família de seis filhos e vem lutando pelo seu espaço na moda. Conheça mais sobre ela neste bate-papo exclusivo.

Como você foi descoberta como modelo?

Assim que entrei na faculdade de moda, fui acompanhar uma colega em um casting de um evento local, o Maraponga Moda, e aí me convidaram para desfilar também. Desde lá tive contato com alguns profissionais de moda, entre eles Assis Brito, maquiador, que tem sido meu apoio até aqui. Também fiz o Dragão Fashion em Fortaleza, onde tive meus primeiros contatos com agências de São Paulo. Fiz catálogos de moda locais e de Brasília e muito portfólio com fotógrafos, inclusive gringos. Foi ai que surgiu uma reportagem na revista “Glamour”.

O que você já passou para chegar até aqui? Encontrou muitos obstáculos pela frente?

Em recente entrevista eu disse que não sofria preconceito e isso realmente era um mito para mim. Sempre passei “despercebida” nesse assunto mas tudo mudou depois da visibilidade que a reportagem trouxe. Eu pude ver um pouco do mundo real para tantos por aí, vi o quanto as pessoas podem ser más. Demorei alguns dias para notar que não devo baixar a cabeça e isso só me impulsionou, tanto é que estamos aqui nessa nova entrevista.
VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Exemplos como Andreja Pejik e Lea T mostram que há espaço sim para o “novo”. O que você tem a dizer sobre isto?


Andreja cumpriu seu papel na androgenia e, em entrevista, disse que agora se sentia à vontade para realizar seu sonho de ser mulher, e realizou. Hoje ela já fez sua cirurgia e parece estar feliz e não pretende parar a carreira. A Lea foi o nome brasileiro que trouxe holofotes para o assunto aqui no nosso país e merece sim seus créditos. Não me sinto igual a ninguém, minha história ainda é um livro em branco mas, como você disse, espaço há e eu pretendo ocupá-lo.

Você acha que é o momento das modelos transgêneros na moda?

Olha, não foco minha carreira em transgenerismo até porque acredito que uma modelo pode ser o que ela quiser, é uma das carreiras mais livres que conheço, acho que a moda é um instrumento que derruba barreiras e pretendo levar informação onde a moda me levar. Modelos transgêneros já existem várias e isso mostra que o caminho foi aberto, agora é conscientizar cada vez mais as pessoas para que tenhamos um mundo mais justo e melhor. Caitlyn nos mostrou recentemente que não existe idade para ser o que se é por dentro, as barreiras somos nós quem colocamos e cabe a nós retirá-las.

VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Quem é Valentina Sampaio hoje e o que gostaria de ser no futuro?

Eu me considero ainda adolescente e procuro manter a calma, mas sei dos meus sonhos e vou conquistá-los um a um. Me sentirei realizada quando desfilar pela primeira vez para Victoria’s Secret ao lado de Candice e Laís.

Além da Victoria’s Secret, há alguma modelo ou marca que você gostaria de trabalhar um dia?

Não é segredo a minha devoção por Gisele e admiro muito o trabalho de Walério Araújo. Entre tantos nomes eles brilham em minha mente.


VALENTINA SAMPAIO ©REPRODUÇÃO

Quais você acredita que sejam suas qualidades que te levariam para o estrelato?

Acho que eu tenho a chama. Modelos existem muitas e muitos. O que quero é um trabalho sólido de desenvolvimento de carreira pois não pretendo ser apenas um sucesso momentâneo. Eu vim pra ficar!

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques